sábado, 18 de novembro de 2017

A situação do Abrigo Bem Me Quer dois anos após ser inaugurado

Câmara de Vereadores aprovou contratação emergencial de monitores para o Abrigo. Prefeitura alega que ainda não chamou profissionais por questões de caixa.


Em junho de 2015 foi inaugurado na rua João Faria de Oliveira Lima, no bairro Floresta, o imóvel destinado ao Abrigo Bem Me Quer. O local passou a receber crianças e adolescentes em vulnerabilidade, sob responsabilidade do município.

Na época eram cinco crianças atendidas. Hoje, o Abrigo acolhe 15 crianças e adolescentes, com idades entre 8 meses e 17 anos. Tem 11 funcionários, sendo três auxiliares de limpeza, três monitores, dois cargos de confiança, uma assistente social e uma coordenadora. Deste quadro, existe um déficit de monitores para auxiliar no atendimento. 

Para resolver o problema, a Câmara de Vereadores aprovou há cerca de um mês e meio, a contratação emergencial de dois monitores pra trabalhar no Abrigo durante um ano. Após a aprovação da Câmara, a Prefeitura fez processo seletivo para contratar os profissionais. 

Conforme a secretária de Assistência Social, Maria Tereza Macedo, os monitores serão chamados e justifica a demora: “Não chamamos estes profissionais ainda porque a folha do município está muito alta”. 

Atendimento
Quanto ao atendimento, a secretária salienta que jamais faltou: “Embora não sejam concursadas, as pessoas que trabalham no Abrigo atendem bem as crianças. São afetivas, responsáveis, tem vocação e comprometimento com o que fazem”. 

“Há pouco fiz um curso de acolhimento institucional. Fizemos de tudo para que as crianças tenham uma vida mais próxima do normal. O nosso objetivo é fazer deste local um lar, com ambiente em família e que ofereça qualidade de vida”, disse Ana Paula Freitas, assistente social que trabalha no Abrigo.

De acordo com a coordenadora do Abrigo, Andréa Brito Rodrigues, as condições estruturais estão melhores, desde a inauguração: “Foram feitos diversos reparos e compra de mobiliário”.


Fiscalização do Ministério Público 
O Ministério Público fiscaliza o trabalho que é realizado no Abrigo Bem Me Quer com inspeções trimestrais. Também faz visitas ao local uma vez por mês. 

O promotor Diogo Taborda esclarece que a análise do MP é verificar se os direitos das crianças e adolescentes estão sendo preservados. Quanto às questões relacionadas à organização administrativa, como a quantidade de monitores, fica a cargo do Poder Público. 

“Só cabe ao Ministério Público intervir, se for verificado prejuízo aos direitos das crianças e adolescentes”, salienta Taborda.

Em sessão marcada pela emoção, Lauro de Mora é o mais novo Cidadão Caçapavano

Na noite desta sexta-feira, dia 17, a Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul realizou uma sessão solene para outorgar o Título de Cidadão Caçapavano ao Empresário e Servidor Público, Lauro Rodrigues de Moura, por indicação do vereador Silvio Tondo.

A sessão foi marcada pela emoção, principalmente durante o discurso do homenageado que não conseguiu dar prosseguimento na sua fala devido a emoção da homenagem e quando abordou a importância da família na sua vida. A sua esposa acabou concluindo o seu discurso.

Moura é natural de Sobradinho, mas está residindo em Caçapava do Sul desde 1990, quando foi transferido pela CEEE para trabalhar na 2° Capital Farroupilha. O evento contou com a presença dos vereadores, da família do homenageado, do Vice Prefeito Luiz Carlos Guglielmin, de entidades de classe e clubes de serviço, além do Padre Rudinei Lasch.


sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Vereador participa de Seminário regional sobre Gestão Ambiental

Nesta sexta-feira, dia 17, o vereador Luis Fernando Torres (Boca) esteve no município de Sobradinho participando do 1º Seminário de Gestão Ambiental e Capacitação para Gestores. O encontro foi organizado pelo Consórcio Intermunicipal Vale do Jacuí.
O Seminário de Gestão Ambiental inédito é aberto a todos os prefeitos, vereadores, técnicos e demais interessados, no qual está sendo realizado no Clube Comercial em Sobradinho. O encontro está abordando os temas sobre “Revitalização de Bacias Hidrográficas”, ministrado pelo Dr. Renato Saraiva Ferreira, atual Diretor do Departamento de Revitalização de Bacias Hidrográficas e Acesso à Agua, da Secretaria de Recursos Hídricos do Ministério do Meio Ambiente.
Em seguida, Nilton Reis Júnior, analista Ambiental do Ministério do Meio Ambiente aborda “O papel dos municípios na regularização ambiental”. À tarde, o Seminário reinicia com o tema: “Educação Ambiental e Estruturação da Gestão Municipal Ambiental”, com a Engenheira Florestal Renata Maranhão, seguido do “Desafio da Política Nacional de Resíduos Sólidos” que será apresentado pelo Mestre em Direito Ambiental, Daniel Martini, Promotor de Justiça e Coordenador do Centro de Apoio Operacional de Defesa do meio Ambiente.

No final serão assinados dois termos de cooperação entre o Ministério Publico do Estado do RGS e o Consorcio Intermunicipal Vale do Jacuí. 

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Vereadora visita Câmara de Canoas para conhecer projeto que trata sobre a acessibilidade

A vereadora Jussarete Vargas (PP) visitou - no dia 13 - o gabinete do vereador Eracildo Link, da Câmara de Canoas para conhecer um projeto sobre acessibilidade escolar, para alunos portadores de deficiência ou mobilidade reduzida.
O projeto implantado na Grande Porto Alegre tem como objetivo contribuir para a mobilidade dos alunos portadores de deficiência reduzida, nas instituições de ensino públicas e privadas. Uma vez que a acessibilidade física é um dos primeiro requisitos para a universalização do ensino.
“Queremos trazer esse projeto para Caçapava, pois é preciso melhorar o acesso físico dessas pessoas nas escolas. Só assim estaremos promovendo e garantindo o direito ao ensino”, avalia a vereadora.

Estabelecimentos terão que inserir o símbolo do autismo no atendimento prioritário

O projeto de lei de autoria do vereador Alex Vargas (PMDB), instituindo o Dia Municipal de Conscientização do Autismo, foi aprovado na sessão do dia 14.
Além de fixar um dia para a conscientização desse transtorno, o projeto determina que os estabelecimentos públicos e privados do município insiram nas placas de atendimento prioritário o símbolo mundial do Autismo (TEA), Transtorno do Espectro Autista.
“O projeto tem como objetivo conscientizar a população da importância da inclusão do símbolo TEA, da mesma forma que inclui no calendário oficial de eventos o dia 02 de abril, como Dia Municipal de Conscientização do Transtorno do Espectro Autista”, explica o vereador.
Mobilização
Nesta data, fixada pela Organização das Nações Unidas, diversas cidades, do mundo inteiro, promovem atividades como distribuição de folhetos, debates e encontros públicos, exibição de filmes, lançamentos de livros e estudos, com o objetivo de promover a conscientização do autismo, enquanto síndrome que atinge setenta milhões de pessoas em todo mundo.
No Brasil, são quase dois milhões de cidadãos com autismo. Nos últimos anos, no dia 02 de abril, monumentos e prédios públicos ou referências das cidades têm sido iluminados de azul, que é a cor símbolo do autismo, como forma de chamar a atenção da sociedade para a reflexão sobre esta síndrome e a necessidade de ampliação dos direitos dos autistas e de seus familiares, particularmente para a presença mais ativa do poder público na formulação de políticas de saúde, educação e inclusão social dos autistas.
Transtorno do Espectro Autista
O autismo faz com que as pessoas sintam o mundo de forma diferente. Os autistas têm dificuldade de interagir e se expressar, geralmente guardam seus sentimentos e precisam de ajuda para se comunicar plenamente. Também podem apresentar reações inusitadas diante do que acontece ao seu redor.
Os autistas apresentam um comportamento incomum e possuem uma interpretação diferente das imagens, sons, cheiros e outras sensações. A maioria dos autistas não gosta de mudanças na rotina e tendem a fazer as coisas sempre da mesma maneira.
Alguns autistas, que são pouco afetados pelo transtorno, têm pouca dificuldade enquanto outros, que são mais afetados, precisam de ajuda no dia a dia. 

OAB de Caçapava irá apoiar projeto que cria a Ficha Limpa Municipal

Na manhã desta quinta-feira, dia 16, o vereador Mariano Teixeira este na sede da OAB de Caçapava do Sul, para uma reunião com o Presidente da Subseção local, Antonio Almeida Filho. Na pauta do encontro estava a apresentação do Projeto protocolado pelo vereador que pretende criar a Lei da Ficha Limpa Municipal.
O projeto de Teixeira foi apresentado na Câmara na sessão da última terça-feira, dia 14, mas ainda não tem data para ser votado. Com isso, o vereador procurou o Presidente da OAB para pedir o apoio a iniciativa.
A matéria significa que quem for ocupar cargo público no município não pode ter no currículo uma condenação judicial, seja por crimes aos cofres público, crimes eleitorais, crimes ambientais, abuso de autoridade, lavagem de dinheiro, crimes equivalentes à escravidão, crimes contra a vida e a dignidade sexual, demitido do serviço público, entre outras tipificações. A lei se aplica a condenações por um colegiado.
“A Lei da Ficha Limpa aprovada na esfera federal já garante que políticos condenados não possam se candidatar (nem governar). Então, nada mais justo que qualquer pessoa nestas mesmas condições também seja impedida de comandar uma secretaria ou assessorar um gestor, por exemplo,” explica o vereador.
“De acordo com o Projeto, se por acaso hoje já tiver “Fichas Sujas” com cargos na Prefeitura ou na Câmara Municipal, não tem problema, com a aprovação do Projeto, o Prefeito e ou Presidente da Câmara ficam obrigados a demitirem essas pessoas e a nomear gente honesta que realmente quer o bem da cidade”, disse Teixeira.
O Presidente da OAB parabenizou o vereador pela iniciativa e disse que a instituição vai apoiar o projeto, da mesma forma que a OAB Nacional apoiou a lei federal.
Já Mariano parabenizou o Presidente pelo trabalho realizado a frente da Subseção de Caçapava do Sul e disse que qualquer mudança no projeto vai procurar a OAB para discutir. Antonio Almeida ficou com uma cópia do projeto para análise.

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Vereador apresenta Projeto de Lei criando a Ficha Limpa Municipal

O vereador Mariano Teixeira (PP), protocolou o projeto de lei Ficha Limpa Municipal. O projeto prevê que para ocupar um cargo público, de secretário municipal, presidente de um conselho ou outro cargo de confiança, é preciso ter Ficha Limpa.
Isso significa que quem for ocupar o cargo não pode ter no currículo uma condenação, seja por crimes aos cofres público, crimes eleitorais, crimes ambientais, abuso de autoridade, lavagem de dinheiro, crimes equivalentes à escravidão, crimes contra a vida e a dignidade sexual, demitido do serviço público, entre outras tipificações.
“A Lei da Ficha Limpa aprovada na esfera federal já garante que políticos condenados não possam se candidatar (nem governar). Então, nada mais justo que qualquer pessoa nestas mesmas condições também seja impedida de comandar uma secretaria ou assessorar um gestor, por exemplo,” explica o vereador.
De acordo com o Projeto, se por acaso hoje já tiver “Fichas Sujas” com cargos na Prefeitura ou na Câmara Municipal, não tem problema, com a aprovação do Projeto, o Prefeito e ou Presidente da Câmara ficam obrigados a demitirem essas pessoas e a nomear gente honesta que realmente quer o bem da cidade.
De acordo com Mariano a Lei da Ficha Limpa, mostrou-se como exemplo do exercício da cidadania, na medida em que demonstrou a insatisfação do povo com a permanência de pessoas com condenações judiciais na gestão de cargos públicos. Dessa forma, entende-se como legitima a utilização dos mesmos critérios em âmbito municipal para evitar o acesso dos chamados "fichas sujas” aos cargos em comissão.
“Trata-se de um passo para proteger a integridade administrativa e a moralidade no exercício das funções públicas”. Completa o Vereador.
Antes de ser votado, o projeto de lei será encaminhado e analisado pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara.

Câmara de Vereadores faz homenagem à Brigada Militar pelos 180 anos de atuação

A Brigada Militar comemora 180 anos de prestação de serviços à população no próximo sábado (18).
Como reconhecimento aos policiais militares, que apesar da crise financeira do Estado, trabalham incansavelmente para garantir a segurança da população, a Câmara de Vereadores realizou durante a sessão de terça (14), um Grande Expediente em homenagem a instituição.
Além das autoridades, participaram da homenagem soldados e sargentos da corporação que estão na ativa e também alguns aposentados, que já contribuíram com o município zelando pela segurança da população.
O capitão Luis Mário Kristosch dos Santos e o tenente conronel Sergio Alex Medina receberam do vereador Silvio Tondo (PP), autor da indicação, uma placa em homenagem ao trabalho da BM.
Para o vereador Silvio, a Brigada Militar é parte fundamental da nossa história.
“É uma honra poder homenagear estes profissionais competentes, que se doam sempre que saem de casa para trabalhar", reconhece o vereador.
 A Brigada Militar no Estado
A história da Brigada Militar confunde-se com a própria história do Rio Grande do Sul. Desde a sua criação, a corporação participou de inúmeras revoluções históricas do país.
A partir de 1935, em decorrência da Constituição Estadual da época, a atividade policial passou a ser competência exclusiva do Estado. A Guarda Civil e a Guarda de Trânsito passaram a fazer policiamento ostensivo na Capital, enquanto a Brigada Militar assumiu o policiamento no interior.
A partir de 1968, a Brigada Militar passou a executar, com exclusividade, as atribuições de policiamento ostensivo. O texto Constitucional de 1988, atribui à corporação as atividades de Polícia Ostensiva, de preservação de ordem pública, da prevenção e combate a incêndio, de busca e salvamento e de defesa civil.
 História da Brigada Militar em Caçapava do Sul
Em meados de 1920 ainda no período bélico, a Brigada Militar já contava com um destacamento em Caçapava do Sul.
Em 1957, o destacamento da Brigada Militar foi instalado na rua Borges de Medeiros, juntamente com a cadeia pública. Com denominação de Destacamento, era subordinado ao 2º Batalhão de Caçadores, sediado em Santa Maria.
Em 1958, passou a denominar-se Destacamento de Polícia Rural Montada, subordinado ao 2º Regimento de Santa Maria, foi instalado na rua XV de Novembro.
Após, mudou-se para o prédio situado na Avenida Coronel Coriolano Castro, esquina com a rua Bento Gonçalves, passando a pertencer ao Batalhão de Pelotas.
Em 13 de março de 1979, instalou-se em prédio próprio na rua Barão do Rio Branco, 653 (atuais instalações) em terreno doado pela Prefeitura Municipal de Caçapava do Sul. Passou a denominar-se 2º Pelotão da 2ª Companhia do 2º BPM, sediado em Rio Pardo.
Em 1981, passou a denominar-se 2º Pelotão do 1º Esquadrão do 6º Regimento de Policiamento Montado, sediado em Lavras do Sul.
Em 02 de outubro de 1998, passou a denominar-se Companhia de Caçapava do Sul, subordinada ao Destacamento Especial de Bagé e ao Comando Regional de Polícia Sul, passando em 22 de outubro de 1998 a ser subordinada ao Comando Regional de Polícia Ostensiva da Campanha, em Bagé.
Em 15 de julho de 2001, passou a denominar-se 3º Esquadrão de Polícia Montada, pertencente ao 6º Regimento de Polícia Montada, com sede em Bagé, tendo como responsabilidade territorial os municípios de Caçapava do Sul, Lavras do Sul e Santana da Boa Vista, o que por sua vez, é a atual nomenclatura, mantendo a respectiva missão.

Unipampa de Caçapava deve receber emenda para aumento da parte estrutural do campus

Na manhã desta segunda-feira, dia 13, o vereador Zilmar Araújo (Mano) foi até o município de Bagé para uma reunião com o Deputado Federal Afonso Hamm, o Reitor da Unipampa, Marco Antonio da Fontoura Hansen e Pró Reitora de Extensão, Nadia Santos Bucco, a Diretora do campus da Unipampa de Caçapava do Sul, Aline Balladares e a Coordenadora Acadêmica do campus local, Carolina Sampaio Marques. Na pauta estava uma emenda do Deputado para expansão do campus de Caçapava.
No primeiro semestre deste ano, o campus local da Unipampa apresentou na Câmara dois projetos de ampliação do prédio atual da Universidade, priorizando novas salas de aula para os futuros alunos da Unipampa e para ter a possibilidade de novos cursos. Após este encontro, o vereador Zilmar Araújo (Mano), marcou uma audiência com o Deputado Federal Afonso Hamm e iniciaram as tratativas para cadastrar uma emenda que colabore financeiramente com os projetos.
O primeiro projeto é superior a R$ 300 mil e o segundo estimado em mais de R$ 600 mil. O Deputado anunciou o cadastro de uma emenda de no mínimo R$ 440 mil, mas após novas reuniões em Brasília, envolvendo o seu gabinete e a Reitoria o valor da emenda pode ser aumentado. “Quando o vereador Mano me procurou há uns três meses para tratar sobre este assunto prontamente me coloquei a disposição para cadastrar esta emenda impositiva em favor da Unipampa, campus de Caçapava do Sul”, disse Hamm.

O gabinete do vereador Mano, através da sua assessora Gisélbia Rosso ficará encarregado do contato diretor com o Deputado e a Unipampa para as futuras reuniões e cadastro da emenda, que pode ser superior aos R$ 440 mil já anunciados pelo Deputado.

domingo, 12 de novembro de 2017

Confira os grandes vencedores do Festival Estudantil Municipal da Canção (FEMUC)

Na última sexta-feira (10) aconteceu a fase final da 25ª Edição do Festival Estudantil Municipal da Canção (FEMUC) no CTG Sentinela dos Cerros.
Subiram ao palco 18 intérpretes, onde 12 deles foram premiados com troféus.
O Festival é promovido pela Escola Municipal de Ensino Fundamental, Nossa Senhora das Graças. O evento foi durante dois dias, 09 e 10 de novembro, com a fase classificatória e a grande final que ocorreu na sexta-feira.
 Confira abaixo os vencedores do FEMUC:

Categoria Mirim

              Alunos                                                Escolas

1º Caroline Correa da Silva                             Januária Leal                
2º Raissa de Freitas Silveira                   Nossa Senhora das Graças
3º Gabriel Chaves Valcarenghi                         Januária Leal

Categoria Infantil

1º Glauber Brito Filho                                      Januária Leal
2º Theodora Nunes Marques                       Augusto Vitor Costa
3º Nathalia Melo de Oliveira                         Instituto Municipal

Categoria Juvenil

1º Neemias Vargas                         Nossa Senhora da Assunção
2º Romário Pereira Silva                            Dinarte Ribeiro
3º Virgínia Gonçalves Madrid                Rubens da Rosa Guedes

Intérprete mais popular: Arthur Fagundes da Paixão       Construir
Destaque Masculino: Lucas Silveira                          Dinarte Ribeiro
Destaque Feminino: Manoela Lopes de Macedo         Colégio Coeducar

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Na próxima acontece a 5º etapa do recolhimento de lixo eletrônico na cidade

No dia 16 de novembro acontece em Caçapava do Sul a 5º etapa do projeto de recolhimento do lixo eletrônico na cidade. O programa é coordenado pelo Vereador Paulo Pereira, em parceria com a empresa Maringa Metais.
Todo o tipo de lixo eletrônico será recolhido, além de fornos elétricos, microondas, fogões, geladeiras, máquinas de lavar, lâmpadas e principalmente as embalagens de vidros não retornáveis. Na próxima semana será divulgado os pontos de coleta.
O Vereador Paulo Informou que as empresas forem participar desta 5º etapa podem entrar com contato com o seu gabinete, ou pelo telefone 55 996892002. O projeto é realizado também com o apoio do Poder Público.

Minas do Camaquã irá receber a 5º edição do Festival Gaúcho de Esportes de Aventura

Acontece em Caçapava do Sul, nos dias 17, 18 e 19 de novembro, a 5º edição do Festival Gaúcho de Esportes de Aventura. O evento será nas Minas do Camaquã e organizado pela empresa Minas Outdoors Sports.
Segundo o  empresário Marcelo Spode, diretor da empresa Minas Outdoors Sports, o evento é um dos maiores festivais de esportes e aventura do Sul do Brasil, oferecendo aos praticantes muitas atrações, como de caminhada, corrida, escalada, stand-up, canoagem, mergulho, voo livre, slackline, downhill, mountainbike, entre outras atividades.
O Festival oferece ainda, megatirolesa com 1.100 m, circuito de arvorismo, canoagem, escalada em rocha, muro de escalada, passeios nas galerias subterrâneas e mina céu aberto, além de city tour.
Informações importantes obtidas pelo site www.minas.rs/festival/
Sobre atividades, hospedagem, alimentação:
Minas Outdoor Sports: 55 9976-5682
Whatsapp: (55) 55 996501312
Pousada Bellamina: (55) 9711 0675
Pousada Camaquã: (55) 9973 1826
Minas Hotel: 55 99955404/ (55) 9940 2526
Camping do Seu Álvaro: (55) 9993 7231  

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Empresário Iuberê Dutra Machado é o novo administrador do Parque da Pedra do Segredo


Após processo licitatório ocorrido na terça-feira (07) o Parque da Pedra do Segredo passa a contar com nova administração para prestação de serviços de manutenção e conservação da área.
A única empresa apresentar proposta foi Iuberê Dutra Machado. Após abertura do envelope e constatar a apresentação de todos os documentos exigidos pelo Edital, a empresa foi declarada habilitada.
De acordo com o empresário, a primeira ação a ser feita será a limpeza e organização do local em parceria com a Prefeitura. Após, será realizada a manutenção e abertura de novas trilhas.
Conforme Iuberê, que já trabalhou 8 anos como assistente técnico na Pedra do Segredo, a ideia para os próximos meses será instalar na cidade uma agência receptiva, onde os turistas terão oportunidade de marcar horário para visitação.
A empresa You Free Extreme (Você Livre ao Extremo), irá funcionar das 8h às 17h de quarta à domingo.
“Pretendemos inovar e oferecer para os turistas serviços como escaladas, rapel, caminhadas e voo livre na Cordilheira do Santa Bárbara. Também no local, futuramente vamos colocar um quiosque, onde serão vendidos lanches e bebidas e pretendemos também, próximo a ponte de acesso a Pedra do Segredo, arrumar para que todas as pessoas, sejam deficientes físicos ou idosos tenham acesso ao local” – disse Iuberê.
Para visitar o Parque da Pedra do Segredo as pessoas podem ligar para a Secretaria de Cultura e Turismo de Caçapava do Sul, através do telefone: 3281-1599.

João Timotheo é novo Secretário de Cultura e Turismo de Caçapava do Sul

João Timotheo Esmério Machado é o novo secretário de Cultura e Turismo de Caçapava do Sul. O historiador e produtor cultural foi nomeado ao cargo no final do mês de outubro e passa a responder pela pasta.

Como secretário adjunto, assume a partir de dezembro, Erni Santos Rocha. Com larga experiência e há mais de 10 anos investindo no turismo local, o responsável pela Chácara do Forte assume com objetivo de desenvolver os pontos turísticos do município.

O secretário João Timotheo destacou a importância da contratação de Erni, devido as experiência com o turismo local e disse que uma das metas dessa nova gestão é operacionalizar o turismo em Caçapava.

“Temos vários pontos turísticos, praças, parques, sítios arqueológicos, locais onde aconteceram batalhas históricas, um potencial enorme que precisa ser desenvolvido. Para isso, precisamos criar roteiros, por esse motivo convidamos o Erni, que irá fazer a administração do turismo receptivo em Caçapava” – disse Timotheo.

Conforme o novo secretário, o objetivo também é preservar a história e a cultura da cidade, através de uma política dedicada à manutenção do patrimônio arquitetônico histórico de Caçapava. Para isso João Timotheo espera contar com a ajuda e a parceria de todas as Secretarias do Município com a finalidade de atingir os diferentes setores da sociedade.

“Precisamos identificar o público potencial consumidor para que eles possam usufruir da cidade e do comércio local, dos espaços públicos e dos serviços que a cidade oferece” – explicou o secretário.

Presidente do DEM faz visita institucional a Câmara e anuncia emenda para Caçapava

Nesta quarta-feira, dia 08, o Presidente do Democratas (DEM) de Caçapava do Sul, Joel Ribeiro, esteve na Câmara de Vereadores para uma reunião com o Presidente da Casa, Ricardo Rosso. Na pauta estava uma emenda do Deputado Federal Onyx Lorenzoni no valor de R$ 160 mil e também uma troca de ideias sobre o atual momento da saúde.
Segundo Ribeiro, o DEM já comunicou o Prefeito Giovani Amestoy do cadastro de uma emenda de R$ 160 mil do Deputado Onyx para a compra de um caminhão, que é de livre escolha do Poder executivo e também lembrou que este ano a APAE de Caçapava adquiriu uma Van adaptada também através de uma emenda de R$ 100 mil do Deputado.
Os Presidentes conversaram também sobre os problemas enfrentados atualmente na saúde de Caçapava do Sul, principalmente na área de Oncologia e das unidades de saúde.

No final, Ribeiro colocou o partido a disposição da Câmara para qualquer debate de interesse da população e também para apresentar sugestões de melhorias dentro do Poder Público.

Moradores do Santa Bárbara fazem abaixo assinado solicitando reparos na estrada

Os moradores da localidade da Colônia Santa Bárbara e arredores entregaram para o vereador Silvio Tondo (PP), um abaixo assinado pedindo providências por parte do poder publico municipal de Caçapava do Sul em relação a estrada. O documento foi lido na sessão da Câmara desta terça-feira, dia 07, e reforçado por mais um pedido da vereadora Jussarete Vargas.
Conforme o documento: “mais precisamente nos trechos compreendidos entre a Escola Municipal Lino Azambuja e a ponte velha  do Santa Bárbara que liga Caçapava a São Sepé. A qual se encontra sem condições de trânsito, sem mencionar que na última chuva fomos afetados pelo temporal que destruiu residências”, afirmam os moradores que assinam o abaixo assinado.

O documento conta com 73 assinaturas e o vereador levou o assunto ao plenário relatando que há poucos dias o empresário responsável pelo transporte escolar esteve na Câmara de Vereadores solicitando providências no reparo das estradas, pois há locais que estão intransitáveis, neste encontro foi relatado pelo empresário que se nenhuma medida fosse tomada, o transporte dos estudantes do Santa Bárbara teria que ser suspenso. “Quando falamos em manutenção das estradas, também estamos cobrando para que os alunos estejam dentro da sala de aula”, afirmou.

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Vítimas de violência doméstica poderão ter vaga garantida para os filhos em creches públicas

A vereadora Jussarete Vargas (PP) sugeriu ao Poder Executivo que envie à Câmara de Vereadores um projeto de lei dispondo sobre vaga em creche para filhos de mulheres que sofrem violência doméstica, seja física, sexual, moral, psicológica ou patrimonial.
De acordo com a vereadora, o objetivo é garantir a prioridade de vaga em creche para criança, em idade compatível, filho ou filha de mulher vítima de violência.
“Violência doméstica é todo tipo de violência praticada entre os membros que habitam um ambiente familiar em comum. Pode acontecer entre pessoas com laços de sangue (pais, filhos) ou unidas de forma civil (marido, esposa, sogra, genro)”, esclarece a vereadora.
Também é considerada violência doméstica o abuso sexual infantil e maus tratos a idosos.
“Esse assunto torna-se ainda mais grave quando se trata de crianças, pois elas são mais vulneráveis e não têm meios de defesa”, destaca Jussarete.
A indicação foi encaminhada ao Poder Executivo e se acatada, um projeto de lei deverá ser enviado à Câmara.

Ídolo da torcida colorada receberá homenagem após um ano de sua morte

O ex-jogador e ídolo do Internacional, Luis Carlos Mello Lopes - o Caçapava - será homenageado com o nome em uma rua do Bairro Pazinato. O projeto de lei é de autoria da vereadora Márcia Gervásio (PDT) e deverá ser votado na próxima sessão.
A rua de número 254, perpendicular a Avenida Waldemar Seixas, entre as quadras 691 e 692, será denominada Rua Luis Carlos Mello Lopes.
Caçapava foi um dos grandes ídolos da história do Internacional. Nascido em 26 de dezembro de 1954, o jogador atuou também no Corinthians, Palmeiras, Vila Nova de Góias, Novo Hamburgo, Ceará e Fortaleza e foi convocado para a Seleção Brasileira algumas vezes.
O ídolo da torcida colorada foi professor da escolinha de futebol do 25º Batalhão de Caçadores – unidade militar do Exército Brasileiro – na divisa entre Teresina (PI) e Timon (MA) e em 2004 tornou-se técnico de futebol treinando crianças carentes.
Em 2006, começou a fazer parte da comissão técnica do Piauí Esporte Clube, mas retornou a Porto Alegre para trabalhar nas divisões de base do Internacional.

Luis Carlos Mello Lopes morreu em 27 de junho de 2016, aos 61 anos, vítima de infarto.

Listagem de medicamentos disponíveis na Farmácia Municipal deverá ficar exposta


Na sessão da Câmara desta terça-feira, dia 07, os vereadores aprovaram um projeto de lei substitutivo de autoria do vereador Alex Vargas (PMDB), que obriga o município de Caçapava do Sul a disponibilizar nas unidades de saúde, na Secretaria de Saúde e no portal da Saúde na internet, a listagem atualizada dos medicamentos que estão a disposição na farmácia municipal e os que estão faltando.
O vereador entrou com uma indicação ao Executivo em abril deste ano, com um anteprojeto em anexo, solicitando que a Prefeitura enviasse este projeto de lei ao Legislativo. Desta forma, como o executivo não enviou a matéria, o vereador Paulo Pereira (Líder do Governo) protocolou o projeto de sua autoria e de origem Legislativa.
Como o Vereador Alex já tinha entrado com a indicação em abril, ele resolveu protocolar também um projeto de lei, substituindo a matéria do Vereador Paulo Pereira. A iniciativa do Vereador Alex teve o apoio dos demais vereadores e o projeto foi aprovado pela casa.
O Projeto segue agora para sanção do Prefeito Giovani Amestoy.  “Quando os usuários chegarem a uma unidade de saúde poderão saber se o medicamento que precisam pode ser adquirido gratuitamente ou não. Outro aspecto que irá melhorar é em relação a espera na farmácia. A população aguarda um longo tempo para ser informada da falta de medicamento que necessita”, justifica o vereador.

“ A gente sabe que a lista da licitação da compra dos medicamentos é bem diferente da que existe na farmácia. Isso porque muitas vezes a Prefeitura não possui dinheiro para comprar todos os itens da licitação ou o medicamento acaba. Com isso, nada mais justo que a lista seja atualizada semanalmente nas unidades de saúde e na internet”, finaliza o vereador Alex Vargas.

terça-feira, 7 de novembro de 2017

Giroflex foi utilizado em assalto a produtor rural em Caçapava do Sul

Um produtor rural foi assaltado na noite de segunda-feira, 6. Juliano Teixeira Dorneles, patrão do Piquete de Tradições Gaúchas (PTG) Guarda Velha, trafegava na BR 153 quando foi abordado por ladrões em um trecho próximo ao Cerro da Angélica. 
O assalto teria acontecido por volta das 20 horas, quando seguia no sentido Bagé-Caçapava. “Vi um carro com giroflex ligado. Acho que era um Sandero. Estacionei e me abordaram. Se não me engano, eram quatro pessoas”.
O produtor rural foi levado para o meio do mato e amarrado em uma árvore. “O pior foi ter sido amarrado e levado para o meio do mato com uma arma apontada na cabeça. Por sorte os bandidos foram embora, não me feriram e consegui me soltar. Pedi socorro e vieram me buscar por volta de 21h30min”, relatou.
A caminhonete que ele conduzia e os pertences foram levados pelos ladrões. O veículo foi encontrado por volta das 3h30min desta terça-feira, 7, em Pelotas. Estavam entre os pertences: cartões de crédito e um cheque, que foram cancelados no banco nesta manhã.

Outros casos e um apelo por mais segurança
Juliano Dorneles registrou ocorrência na Delegacia de Polícia nesta terça-feira, 7. Além do assalto que sofreu, citou outros casos: “Esse tipo de assalto vem acontecendo nas últimas semanas. Não sou a primeira vítima desse tipo de crime. O dono da casa onde pedi socorro me disse que já teve o carro roubado”.  
Também fez um apelo: “A população de Caçapava tem que se unir para ajudar a Polícia Civil, Brigada Militar e Polícia Rodoviária Federal. Uma mobilização que envolva políticos, sindicatos e o que for preciso para conseguirmos mais segurança”.

Tribunal de Contas do Estado aprova as contas de 2013 do Ex-Prefeito Otomar Vivian

A Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul recebeu na manhã desta terça-feira, dia 07, as contas da Prefeitura de Caçapava relativo do ano de 2013, com parecer favorável do Tribunal de Contas do Estado (TCE), pedindo a sua aprovação.
O Tribunal aprovou a prestação de contas de 2013 relativo ao primeiro ano da gestão do Ex-Prefeito Otomar Vivian ainda no primeiro semestre de 2017, mas os documentos só chegaram no Legislativo nesta terça-feira.  As contas de 2014 também já foram aprovadas pelo TCE, mas foram a julgamento pela corte antes das de 2013, por isso, que já foram aprovadas pelo Legislativo no início do ano.
Com a chegada dos documentos do TCE, a Câmara enviará o processo para a Comissão de Finanças e Orçamento da casa para obter o parecer e após marcar a data do julgamento. 

Desta forma, as contas do Ex-Prefeito de 2013 e 2014 foram aprovadas pelo TCE, faltando ainda os exercícios de 2015 e 2016 que devem ir a julgamento pela corte.

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Vereador comemora a liberação dos recursos da União para pavimentação

No final da última semana, o Governo Federal liberou para Caçapava do Sul 50% do valor para as obras de pavimentação da rua Silva Jardim. A emenda do Deputado Federal Paulo Pimenta, através do Vereador Luis Fernando Torres (Boca) foi cadastrada em 2015 para Caçapava do Sul e a licitação para a obra foi realizada em outubro de 2016, após aprovação do prjeto pela Caixa Federal.
Após a licitação em 2016, a Prefeitura estava só aguardando o depósito do recurso por parte do Ministério das Cidades, no qual aconteceu no dia 31 de outubro, como consta no documento enviado ao vereador Luis Fernando Torres na sexta-feira, dia 03.
O valor total da emenda é de R$ 245 mil, mas o Ministério depositou neste momento 50% do valor, que corresponde a R$ 122 mil. O restante do valor será depositado conforme o andamento da obra.
O projeto para pavimentação da rua Silva Jardim foi feito em 2015, contemplando duas quadras, a primeira entre as ruas Borges de Medeiros e Baltazar de Bem, já a segunda é na última quadra da Silva Jardim no bairro Floresta.
" Estamos aguardando esta pavimentação desde o cadastro da emenda em 2015 e a licitação em 2016, onde faltava apenas o deposito do dinheiro por parte do Governo Federal, que aconteceu agora no último dia de outubro. Já passei a informação do depóstivo a Secretaruia de Planejamento e ao Prefeito, ou seja, a obra pode iniciar a qualquer momento", disse Boca
" Consegui com o Deputado Pimenta várias emendas para Caçapava, umas já foram realizadas e outras ainda devem iniciar ou serem terminadas, por isso, que fiquei muito contente quando fui comunicado do depósito do recurso. Mas quem deve comemorar também são os moradores da região", finalizou Boca.

sábado, 4 de novembro de 2017

Loja no centro é assaltada nesta madrugada em Caçapava do Sul


Fonte: farrapo.rs

Na madrugada deste sábado, dia 04, por volta das 2h, a loja Central dos Parafusos em Caçapava do Sul foi assaltada. O estabelecimento fica localizado na avenida Presidente Kennedy e rua Julio de Castilhos, centro da cidade.
Segundo o proprietário do estabelecimento, os bandidos quebraram o vidro da frente de uma das portas na rua Julio de Castilho com uma marreta de ferro.  Entrando dentro da loja o proprietário informou que o bandido foi até a mesa do escritório, revirando diversas gavetas para procurar dinheiro, como não encontrou, o suspeito foi até  a vitrine da avenida Presidente kennedy e pegou diversas  máquinas da marca Makita.
Ao quebrar a porta de vidro, o suspeito acabou se ferindo e deixou um rastro de sangue dentro da loja. O material furtado foi uma serra circular, parafusadeira , perfurador martelete e um jogo de soquete.
O proprietário informou ainda, que o prejuízo do assalto está calculado em aproximadamente R$ 10 mil, sem contar a porta de vidro, onde o valor ainda não foi contabilizado.

A Brigada Militar foi acionada ainda durante a madrugada e um boletim de ocorrência foi realizado. O proprietário improvisou uma parta de madeira no local para manter a loja fechada.

Vereadores aguardam publicação de norma técnica que aumentaria recursos para o serviço de Oncologia

Os vereadores que foram a Cachoeira do Sul nesta semana para tratar do atendimento de Oncologia no Hospital de Caridade Beneficência (HCB),  relativo aos pacientes de Caçapava do Sul, concederam entrevista a Rádio Caçapava nesta sexta-feira, dia 03, onde informaram que farão uma solicitação formal ao Poder Executivo para seja pago os valores excedentes relativo aos pacientes de Caçapava do Sul que fazem tratamento oncológico na cidade vizinha, que é referência na região, além de aguardarem para os próximos dias um aumentos nos repasses da União para este tratamento.
Segundo os vereadores Luis Fernando Torres, Silvio Tondo, Marquinhos Vivian e José Sidnei Menses (Pirola), o  Governo Federal repassa ao HCB cerca de R$ 133 mil por mês para o tratamento de câncer de pacientes de 12 municípios, mas segundo o Hospital o valor gasto mensalmente é de R$ 400 mil. Com isso, Cachoeira do Sul está solicitando que até o final do ano os municípios referenciados no HCB paguem esta diferença, com valores de acordo com o número de pacientes atendidos por cidade.
Segundo o Prefeito de Cachoeira do Sul, Sergio Ghignatti , dos 12 município referenciados, 11 concordaram em pagar a diferença até o final do ano para depois cobrar na justiça da União esses valores, ficando somente Caçapava de fora deste pagamento extra.
Com esta medida, o HCB informou que vai continuar atendendo normalmente os pacientes de Caçapava, mas não de forma ilimitada como era antes, porque dos R$ 133 mil repassados, R$ 22 mil são para os pacientes de Caçapava. Isso significa que Cachoeira continuará recebendo os caçapavanos até chegar no teto dos R$ 22 mil, sem atendimentos excedentes. Desta forma, após chegar no limite estabelecido, a Prefeitura de Caçapava terá que encaminhar os pacientes para outros municípios através da regulação do Estado ou pagar pelo consórcio.
Os vereadores informaram, que de acordo com os dados do Hospital, no mês de agosto o custo com os pacientes caçapavanos chegou a R$ 83 mil, ou seja, R$ 60 mil a mais do que o Governo Federal repassa. Os vereadores estavam aguardando para esta sexta-feira, dia 03, uma norma técnica do Ministério da Saúde onde aumentaria o repasse para Hospital e como consequência diminuiria o pagamento extra dos municípios através do consórcio e também aumentaria o teto de Caçapava do Sul.
Até o meio dia a norma técnica não havia sido publicada, mas os vereadores aguardam para a próxima semana. Os parlamentares farão um requerimento na sessão do dia 07 de novembro, solicitando formalmente que a Prefeitura pague os atendimentos excedentes.
“ Estamos tristes por este fato estar acontecendo, principalmente porque  Caçapava foi a única cidade da região que não quis pagar os valores a mais correspondentes aos nossos pacientes, somente agora depois de tudo vir a tona que o Prefeito informou em sua nota oficial que vai procurar o TCE para saber da legalidade do pagamento extra, enquanto isso os pacientes ficam aguardando um desfecho, porque se ficar neste teto, muitos pacientes serão enviados a outros municípios ou esperar para o outros mês. Mas aguardamos este aumento de verba da União para o HCB e torcemos que o Prefeito aceite a pagar o extra pelo consórcio”, disse o vereador licenciado para o tratamento de Câncer, José Sidnei Menese (Pirola).
“ Apresentamos todos os documentos hoje na entrevista provando que não estávamos inventando nada como foi dito nas redes sociais, jamais iriamos brincar com uma coisa série dessas, mas o que está faltando é responsabilidade para algumas pessoas que ao invés de tentar resolver o problema ficam falando dos outros. Quando saiu a entrevista do Prefeito de Cachoeira dizendo que Caçapava era a única cidade que não iria pagar os valores a mais, o nosso Presidente ligou para o Prefeito de Caçapava para relatar o fato e ele disse ao Presidente que não iria pagar, então corremos atrás para saber os detalhes e entrar em ação. Quem nos passou as informações foi o Provedor do Hospital e a Prefeitura de Cachoeira”, disse Boca Torres

“ Em nenhum momento falamos que o serviço seria interrompido, falamos  da suspensão dos atendimentos por parte do Hospital após chegar no teto de R$ 22 mil, após o HCB não irá receber mais os pacientes de Caçapava e ficará a cargo da Prefeitura enviar esses pacientes para outro lugar através da central de regulação ou pelo consórcio. Segundo informações do Prefeito de Cachoeira e confirmada pelo Prefeito Giovani, Caçapava não iria pagar os valores extras, como a própria Prefeitura confirma em nota dizendo que irá procurar o TCE para saber da legalidade deste pagamento, cujo os outros municípios já estão fazendo. Por tanto, vamos tomar cuidado com o que falamos e fazer mais pela cidade, todas as nossas informações estão gravadas e comprovadas com documentação. Estamos torcendo que a União aumente este valor e que o Prefeito pague os excedentes”, finalizou Silvio Tondo.

Confira neste link a matéria publicada pelo Jornal do Povo de Cachoeira do Sul sobre o tema: https://www.jornaldopovo.com.br/site/noticias/266180/Prefeito_de_Cacapava_do_Sul_vai_denunciar_ao_TCE_cobranca_da_oncologia.html

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Faltando dois dias para o Enem, muitos candidatos ainda não consultaram seu local de prova

A dois dias do primeiro domingo de provas do Exame Nacional do Ensino Médio, 20% dos candidatos inscritos ainda não consultaram seus locais de prova. Os estudantes de todo o Brasil que farão a prova devem ficar atentos aos locais para evitar contratempos, já que os portões serão fechados impreterivelmente às 13h, horário de Brasília, deste domingo (5).
Até as 13h26 desta sexta-feira (3), cerca de 5,25 milhões de pessoas já haviam verificado o local agendado para o exame, o que corresponde a quase 78% dos candidatos. Com isso, pouco mais de 22% dos 6,7 milhões de estudantes ainda precisam anotar o endereço da prova, que pode ser consultado no site http://sistemasencceja3.inep.gov.br/localdeprova/.
A organização e o planejamento para os dois dias de prova requerem cuidado com detalhes básicos, mas que podem acarretar atrasos se não forem conferidos previamente, como documentos pessoais, caneta esferográfica de tinta preta e a checagem do meio de transporte que será utilizado, como horário de metrô e ônibus.

Neste ano, o Enem será realizado em dois domingos: 5 e 12 de novembro . No primeiro domingo (5) serão aplicadas as provas de linguagens, ciências humanas e redação, com 5 horas e 30 minutos de duração. No segundo domingo (12), vão ser realizadas as provas de matemática e ciências da natureza, com 4 horas e 30 minutos de duração. Nos dois dias, o candidato que sair da sala até duas horas após o início da prova terá sua nota zerada.
Os estudantes que vão fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) devem ficar atentos ao material que precisam levar no dia da prova e ao que não é permitido durante a aplicação do exame. No dia da prova, é obrigatório apresentar um documento oficial de identificação com foto.
O documento pode ser a carteira de identidade, carteira de motorista, carteira de trabalho, carteira de reservista ou passaporte. A carteira de estudante não será aceita como documento oficial. Também não serão aceitas cópias, nem mesmo as autenticadas.
Se o candidato perdeu ou teve o documento roubado, deverá apresentar um boletim de ocorrência expedido por órgão policial há, no máximo, 90 dias do primeiro domingo de aplicação do Enem – dia 5 de novembro.
Para fazer as provas, a redação e preencher o cartão de respostas o candidato terá de usar caneta esferográfica de tinta preta, fabricada com material transparente. Outra cor de tinta impossibilita a leitura óptica do cartão de respostas.
O cartão de comprovação de inscrição, que deve ser impresso na página do Enem, não é obrigatório, mas é recomendável levar para ter acesso mais fácil a dados como o local e a sala da prova. Quem precisar comprovar sua presença na prova, para apresentar no trabalho, por exemplo, deve levar a declaração de comparecimento impressa e colher a assinatura do coordenador no dia da prova. O formulário está disponível na Página do Participante.
Lanches são permitidos, mas os alimentos industrializados, como biscoitos, salgadinhos e iogurte precisam estar com as embalagens lacradas. Todos serão vistoriados antes do ingresso na sala.
Itens proibidos
Não é autorizado o uso de celular ou de qualquer aparelho eletrônico durante as provas. Os aparelhos terão de ser colocados em um porta-objetos com lacre, que deverá ficar embaixo da cadeira até o final das provas.
O candidato também não poderá usar lápis, lapiseira, borrachas, livros, manuais, impressos, anotações, óculos escuros, boné, chapéu, gorro e similares e portar armas de qualquer espécie, mesmo com documento de porte. Se estiver com um desses objetos, eles deverão ser colocados no porta-objetos.
Atenção
Neste ano, pela primeira vez será usada a prova personalizada, com os cadernos de questões e o caderno de respostas identificados com nome e número de inscrição do participante. Ao receber a prova, o candidato deverá verificar se o caderno de questões e o cartão de respostas têm a mesma quantidade de itens, se o nome está correto e se não há defeito gráfico.
O aluno poderá deixar o local duas horas depois do início da prova. Só é possível sair com o caderno de questões nos últimos 30 minutos antes do fim das provas.
Segurança
Neste ano, serão usados 67 mil detectores de metal durante o Enem, um para cada 100 participantes. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), esse número garante a vistoria dos participantes na entrada e na saída de todos os banheiros das 13.632 coordenações de local de aplicação. Neste ano também serão usados detectores de ponto eletrônico.
Itens Proibidos no dia da prova:
    Lápis
    Chaves
    Livros
    Manuais
    Borracha
    Anotações
    Boné, chapéu, viseira, gorro ou similares
    Fones de ouvido ou qualquer transmissor, gravador ou receptor de dados, imagens, vídeos e mensagens
    Impressos
    Lapiseira
    Óculos escuros
    Caneta de material não transparente
    Dispositivos eletrônicos (calculadoras, agendas eletrônicas ou similares, telefones celulares,smartphonestabletsipodspen drives, mp3 ou similares, gravadores, relógios, alarmes).
Fonte: Agência Brasil