sábado, 23 de setembro de 2017

Projeto deve regulamentar o corte de energia elétrica e água nos finais de semana

Vários Municípios do Estado apresentaram projetos de lei que regulamentam a nível local o sistema de corte de fornecimento de energia elétrica nas residências e água. As companhias que possuem a concessão devem seguir as regras dos órgãos de regulação, como ANEEL e Agergs, mas os municípios podem regulamentar pontos que estão contemplados no contrato de concessão ou que dependem de legislação específica.
Desta forma, na sessão da Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul da última sexta-feira, dia 22, a vereadora Jussarete Vargas (PP), apresentou este mesmo projeto, baseado no que foi implantado no município de Nova Santa Rita, que proíbe as empresas responsáveis pelo abastecimento de energia elétrica e de água, interromper o serviço nas residências que estão inadimplentes das 12h de sexta-feira, até as 8h de segunda-feira.
Segundo a vereadora, o corte deste abastecimento nos finais de semana impossibilita em muitos casos a regularização do débito e o religamento fica somente para o próximo dia útil.   O projeto fala também dos feriados, onde o corte de fornecimento deve ser feito em caso de inadimplência somente até as 12h do dia útil anterior ao feriado.
O Projeto foi aprovado na sessão, após tramitar cerca de 30 dias nas comissões da Câmara e buscar informações nos municípios que aprovaram esta legislação. “Buscamos informações nas cidades que implantaram esta lei, como Nova Santa Rita, no qual regulamenta os serviços da concessionária de energia, quem também deve seguir as normas da ANEEL e da fornecedora de água que possui contrato com o município e é fiscalizada pela Agergs, com o objetivo de ajudar as pessoas a não terem a sua luz ou água cortadas no final de semana ou véspera de feriado”, disse a Vereadora Jussarete Vargas, autora do projeto.

O Projeto segue agora para sanção do Prefeito Giovani Amestoy, que terá 15 para se manifestar sobre a matéria. Se o executivo sancionar a lei, a fiscalização da lei fica a cargo da Prefeitura.

Câmara concede o Título de Cidadão Caçapavano a Roberto Mayora (Caturra)

Na noite desta sexta-feira, dia 22, a Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul outorgou o Título de Cidadão Caçapavano, ao Desportista Roberto Corrêa Mayora (Caturra). A solenidade foi por indicação do vereador Luis Fernando Torres (Boca).
Caturra é natural de Bagé, mas reside em Caçapava desde os 3 anos de idade.O homenageado se destacou na área esportiva, principalmente jogando pleo Aymore Futebol Clube.
Durante a cerimônia, Mayora se emocionou em falar sobre Caçapava do Sul e disse que ama esta cidade que lhe acolheu há muitos anos.

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Polícia Civil de Caçapava começa a receber denúncias via WhatsApp

A Polícia Civil de Caçapava do Sul está disponibilizando à comunidade um número de Whatsapp para o envio de informações e denúncias, reservando o sigilo total da fonte. 
A delegacia ainda não tinha o aplicativo tendo em vista os aparelhos fornecidos pelo estado serem antigos. Mas agora com a doação de um smartphone, imediatamente foi colocado à disposição dos cidadãos esse canal de comunicação. 
Toda e qualquer denúncia podem ser feitas pelo número  55 9.8451.1690, que é o mesmo do sobreaviso policial.

Rua 15 de Novembro recebe caminhada em alusão à Semana Nacional do Trânsito

O departamento de Trânsito realizou uma caminhada em alusão à Semana Nacional do Trânsito nesta sexta-feira, 22. 
A Caminhada teve início no CTG Sentinela dos Cerros, com a participação da Brigada Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e escolas do Município, Estado e particulares e demais entidades.
O Diretor de Trânsito Adão Naldo Pereira participou da passeata acompanhado dos Secretários Marcelo Freitas (Seagropic) e Paulo Henriques (Obras) e seu adjunto, Ariovaldo Gomes. O vereador Paulinho Pereira também marcou presença.
A Semana Nacional do Trânsito vai de 18 a 25 de Setembro e o tema escolhido para a Campanha Nacional 2017 foi “Minha Escolha Faz a Diferença no Trânsito”.
"A ideia é mobilizar a cidade dentro da proposta e refletir sobre as escolhas básicas no trânsito como uso do cinto de segurança, o uso indevido do celular que ocasiona falta de atenção ou mesmo ingestão de bebida alcoólica, que é proibido”, relatou Naldo.

Vereadora inicia ciclo de palestras sobre proteção aos animais e posse responsável

A vereadora Márcia Gervásio iniciou um ciclo de palestras sobre proteção aos animais e guarda responsável. A vereadora já esteve na escola Dagoberto Barcelos e na Emei Dionéia Soares. Os encontros acontecerão nos meses de setembro e outubro.
Segundo a vereadora, o projeto consiste em educação para a posse responsável e chamar a atenção para os cuidados com a causa animal, que está diretamente ligada à saúde pública.
Em outubro, de 04 a 11 acontecerá a Semana Municipal de Proteção e Guarda Responsável. No dia 11, às 14 horas, será realizada a "Cãominhada" na rua 15 de Novembro, com a participação de escolas, entidades e público em geral,  que desfilarão com seus cães.
Também está confirmada a festa "Rock pra Cachorro" dia 07, no CUC às 23h, com shows de bandas de rock e DJ. A renda desta festa será revertida a ONG Clube do Cão.

Entidades participam de audiência pública sobre estradas e fazem críticas ao Poder Público

Na noite desta quinta-feira, dia 21, a Assembleia Legislativa do Estado, através da Sobcomissão de Estradas Rurais, realizou uma audiência pública em Caçapava do Sul, com o apoio da Câmara de Vereadores, através da Mesa Diretora e do Vereador Luis Fernando Torres, que solicitou a audiência.
O encontro está sendo realizado em várias cidades do Rio Grande do Sul, comandada pelo Presidente da Comissão, Deputado Estadual Zé Nunes (PT), que terá o prazo de quatro meses para fazer todas as audiências e apresentar um relatório que vai apontar algumas alternativas para ajudar os municípios que enfrentam este problema.
O debate em Caçapava do Sul foi exclusivo sobre estradas rurais, onde participaram representantes de vários municípios da região, principalmente de Bagé, Candiota, São Sepé, Lavras do Sul e entidades de Caçapava do Sul, como o Sindicato Rural e o Sindicato dos Trabalhadores Rurais.
O Prefeito Giovani Amestoy esteve na abertura da audiência e falou da importância deste debate e que atualmente os municípios estão sofrendo com a falta de recursos e a Secretaria de Obras trabalha com 100% de seu orçamento com recurso livre, sem verba vinculada como outras pastas. Além disso, o Prefeito mencionou que Caçapava possui quase 7 mil km de estradas rurais. 
O Deputado Zé Nunes antes de passar a palavra para o público apresentou o objetivo das audiências e um resumo do trabalho da Sobcomissão. Na sequência o vereador Luis Fernando Torres usou da palavra para ressaltar o problema enfrentado por Caçapava na questão das estradas e disse que os municípios devem trabalhar para amenizar esta questão, mas precisam de ajuda do Governo do Estado e da União.
O Sindicato dos Trabalhadores Rurais fez uma crítica à administração pública no planejamento da Secretaria de Obras, principalmente na logística de deslocamento das turmas até o interior e o serviço que em muitos casos não agrada os produtores rurais.
Já o Sindicato Rural cobrou da Prefeitura um planejamento para o conserto das estradas, principalmente no período da safra. Segundo a entidade, agora em outubro inicia o plantio em muitas localidades e existem regiões que ainda não foram atendidas neste ano.
“Nós queremos saber do planejamento da Secretaria de Obras para a safra, como a criação de um cronograma de trabalho que atenda desde agora não só em janeiro, porque não vai dar tempo novamente de atender todos”, disse Christian Schievelbein.
O vereador Luis Fernando Torres, que foi proponente da audiência junto a Assembleia, disse que a Secretaria de Obras nunca teve planejamento e que o produtor rural só pede estrada e nada mais. “Contar com a ajuda da União e do Estado fica difícil, porque os governos não conseguem nem pagar o salário, imagina ajudar os municípios na questão das estradas, por isso, que a Prefeitura deve se organizar melhor e ter prioridades e planejamento”, disse.
O presidente da Câmara, Ricardo Rosso, disse que foi aprovada pela Câmara há quatro meses um projeto de lei concedendo 50% de gratificação aos servidores da Secretaria de Obras que trabalham no interior, “por isso, que vamos fiscalizar esta lei para saber se está sendo cumprida, para dar uma resposta aos dois Sindicatos que estão cobrando um planejamento da Secretaria de Obras e estão questionando a logística do trabalho”, disse o presidente.


quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Caçapava do Sul continua no comando da Avercamp até o final do ano

Na tarde desta quinta-feira, dia 21, aconteceu na Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul mais uma reunião de trabalho da Associação de Vereadores da Região da Campanha (Avercamp).
O encontro foi para deliberar os novos rumos da Associação, o foco da entidade e a eleição da nova diretoria. A Associação é composta pelos 7 município da Região da Campanha, que possuem voz e voto na Avercamp.
Durante a reunião, a Assembleia acatou a sugestão dos vereadores de Candiota, que o atual Presidente, o vereador Luis Fernando Torres (Boca), de Caçapava do Sul, siga na Presidência da Associação até o final do ano, porque em janeiro assume os novos Presidentes das Câmaras de Vereadores.
Torres aceitou o convite e segue comandando a Avercamp até janeiro de 2018, quando deve acontecer uma nova reunião para deliberar somente a eleição da nova diretoria.
O encontro contou ainda com a participação do representante da Associação dos Vereadores do Brasil, Adão Camilo.

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Desfile de 20 de setembro reúne CTGs e Piquetes de Caçapava do Sul

Na tarde desta quarta-feira, dia 20 de setembro, data em que se comemora o Dia do Gaúcho, Caçapava do Sul realizou o seu tradicional desfile dos cavalarianos pelas principais ruas da cidade, fechando os Festejos Farroupilhas 2017.
O desfile iniciou as 13h15min partindo do CTG Sentinela dos Cerros em direção a avenida Pinheiro Machado, onde mais entidades integraram o desfile que entrou na rua Benjamin Constant até a rua Lucio Jaime em direção ao Forte Dom Pedro II.
Os CTGs e Piquetes chegaram no Forte por volta das 14h15min e seguiram em direção a rua XV de novembro para a parte principal do desfile. 
Antes dos cavalarianos, as entidades organizaram um desfile temático, simbolizando a história da revolução farroupilha e a tradição do gaúcho.
Segundo as entidades, o desfile do dia 20 de setembro reuniu aproximadamente 400 cavalos. Caçapava do Sul possui 8 CTGs e mais de 20 Piquetes. 
A meia noite de hoje a chama crioula é apagada em cada um dos CTGs simbolizando o fim da Semana Farroupilha 2017.

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Legislativo terá sessão especial e ordinária nesta sexta-feira

Nesta sexta-feira, dia 22, a Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul terá duas sessões. A primeira inicia as 19h, com a outorga do Título de Cidadão Caçapano ao desportista, Roberto Corrêa Mayora (Caturra) e na sequencia ocorre a sessão ordinária da Câmara, com a votação dos projetos e proposição dos vereadores.
Desta forma, a sessão normal que ocorreria na terça-feira, dia 19, as 14h, mudou para sexta-feira, dia 22, após a homenagem a Roberto Corrêa Mayora. Segundo o Presidente, Ricardo Rosso, a Mesa Diretora resolveu transferir as suas reuniões desta semana para quinta-feira, com audiência pública e encontro regional de vereadores e na sexta-feira com homenagem e sessão ordinária em virtude do feriado de 20 de setembro.
" Aproveitamos para convidar toda a comunidade para participar da audiência pública sobre estradas que ocorre na quinta-feira e das sessões importantes de sexta-feira", disse Rosso

Câmara terá reunião de vereadores e audiência pública sobre estradas na quinta-feira

Nesta quinta-feira, dia 21, a Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul irá promover dois grandes eventos. O primeiro inicia as 15h com uma reunião da Associação dos Vereadores da Região da Campanha (Avercamp) e o segundo é uma audiência pública da Assembleia Legislativa em parceria com a Câmara para debater as estradas rurais, no qual inicia as 19h.
Na parte da tarde, o atual Presidente da Avercamp, o Vereador Caçapavano Luis Fernando Torres (Boca) vai comandar o encontro dos vereadores que vai debater os novos rumos da entidade, a eleição da nova diretoria da Associação  e debater junto com a UVERGS uma assessoria parlamentar. Estão sendo esperados a participação de todos os municípios da Região da Campanha.
Já durante a noite, a Assembleia Legislativa do Estado, através da Sob Comissão que está debatendo as estradas rurais no interior do RS, vai trazer até Caçapava do Sul uma audiência pública para debater um dos principais problemas dos municípios, que são as condições de trafegabilidades das estradas vicinais do interior.

Caçapava do Sul enfrenta este problema das estradas no interior, com isso, a AL fará um debate em vários municípios para apresentar um relatório e criar um programa especial para solicitar recursos as cidade que enfrentam esta dificuldade. A audiência pública foi solicitada pelo vereador Luis Fernando Torres (Boca)

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Rotary Clube Caçapava e Brigada Militar organizam ação de educação para o trânsito

Na manhã desta segunda-feira, dia 18, o Rotary Clube Caçapava do Sul e a Brigada Militar através do batalhão rodoviário regional e o Proerd, estão realizando junto com as escolas do município o projeto educação para o trânsito.
Uma estrutura foi montada em frente ao Clube União Caçapavana para receber durante o dia mais de 300 crianças. No local a BM e o Rotary estão distruindo folders de educação no trânsito e a estrutura é uma simulação do dia a dia dos motoristas. 
As crianças utilizam bicicletas para participar do projeto que contou com a presença do mascote do trânsito, o "Estradinha".
A iniciativa está sendo realizada na semana do trânsito, que vai até a próxima sexta-feira, dia 22, onde uma caminhada está sendo organizada pelo Departamento de Trânsito da Prefeitura.

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

VÍDEO: Missa Crioula lota Igreja Matriz Nossa Senhora da Assunção

Os Festejos Farroupilhas, que configuram a maior festa popular do Rio Grande do Sul, também foram comemorados com fé.  Isto porque na noite de quinta-feira, 15 de setembro, foi realizada a Missa Crioula na Igreja Matriz Nossa Senhora da Assunção.

O templo ficou lotado de fieis que vieram a caráter: Idosos, casais, jovens e crianças devidamente pilchados. Além disso, também puderam conferir o espaço campeiro sagrado, dedicado as tradições gaúchas. 

O padre Rudinei Lasch contou como foi à missa: “O povo entrou pilchado. Aconteceu um pedido de perdão e nesse momento foi atado na cruz dois lenços vermelho e branco (chimango e maragatos) como um sinal de paz. Depois entrou alguns símbolos como o pão, vinho, laço, faca e Nossa Senhora Aparecida”. 

A surpresa veio no final com uma dança típica: “Inovamos com a dança da Querência amada, isto é, a Igreja é nossa Querência amada”, disse o padre que complementou “Cultivar as tradições gaúchas é cultivar a fé. Manter acesa a chama da fé no coração das famílias é a missão da Igreja. E quando isto acontece, meu coração exalta de alegria e comprometimento com a Comunidade católica”.

 Por Eduardo Schneide

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Vereador pede vistas em projeto que devolve recursos para União

O vereador Luis Fernando Torres (Boca) pediu, na última sessão ordinária da Câmara de Vereadores, vistas em um projeto de lei do Executivo que estava para ser votado, que devolve ao Governo Federal cerca de R$ 134 mil. O valor é uma sobra de recursos do convênio com a Caixa Federal para as obras do Parque da Fonte do Mato.
Segundo o vereador, o pedido de vistas por uma semana é uma tentativa para que o município não devolva o recurso, que foi depositado em 2010. Esta sobra é oriunda do rendimento do recurso original e da licitação que em muitos casos a empresa que ganha apresenta um menor valor que o total do convênio.
“Temos dois casos como este em Caçapava onde as sobras de recursos foram usadas novamente:  as pontes de concreto construídas em 2015, que foram licitadas somente com o rendimento do recurso, após autorização da Caixa e os mais de R$ 80 mil que sobraram da academia ao ar livre. No primeiro semestre, o município recebeu o Parque da Fonte do Mato e tinha tempo hábil para fazer outro projeto no local e aplicar este recurso.  Quero saber o porque de não usaram esta sobra de dinheiro e se ainda existe tempo para isso”, disse o Vereador.
Torres, mencionou ainda que muitas melhorias poderiam ser realizadas no Parque com este dinheiro, como a construção de uma pracinha para as crianças e canalização de esgoto.  “Eu conversei com o pessoal da Caixa Federal na manhã de terça-feira, e eles ficaram de analisar o convênio para ver se ainda existe possibilidade de usar o dinheiro, por isso, que pedi vistas por uma semana e os colegas vereadores aceitaram. É um absurdo o município devolver um dinheiro que a gente consegue com tanta dificuldade para a cidade”, comentou o vereador durante a sessão.

O projeto pede autorização legislativa para a devolução do recurso, através de uma dotação específica no orçamento.

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Polícia Civil prende suspeito de tráfico de drogas em Caçapava do Sul

Na noite desta terça-feira, dia 12, a Polícia Civil de Caçapava do Sul realizou a prisão de M.A.L. que supostamente vendia drogas perto da Delegacia de Polícia
Segundo a Polícia, após alugar uma residência cerca de 50 metros da Delegacia, Marcão, como é conhecido, passou a vender entorpecentes. A Polícia relatou que os usuários chegavam, batiam na janela, que ficava com uma veneziana aberta como senha para quando havia drogas, e esperavam a entrega do entorpecente na frente da casa.
A Polícia encontrou diversas buchas de cocaína dentro de sua casa, escondidas embaixo de um sofá, além de dinheiro. 
Marcão foi preso em flagrante e será conduzido ao Presídio Estadual de Santa Maria.
Fonte: Polícia Civil

Perícia encontra sangue no porta-malas de carro de suspeito de matar Leleco

Oito meses depois da morte de Laércio Fonseca Anunciação, o Leleco, o Instituto Geral de Perícias esteve em Caçapava do Sul, e realizou inspeção no Ômega de propriedade de um dos suspeitos pelo assassinato de Leleco. 
Segundo a Polícia Civil, após aplicação de luminol, um reagente químico que brilha no escuro em contato com resíduos humanos, foi detectado presença de sangue no carpete do porta-malas do carro, veículo este onde supostamente o corpo de Leleco foi carregado, e posteriormente largado num riacho no interior de Cachoeira do Sul, às margens da BR 290, com as mãos amarradas. 
O material genético coletado será encaminhado pelos peritos ao Departamento de Perícias Laboratoriais do IGP, para confrontar com o sangue de Leleco, também armazenado à época. 
Leleco foi morto com pauladas na cabeça no dia 27 de janeiro deste ano por quatro pessoas, todos presos pela Polícia Civil.

Fonte: Polícia Civil

Prendas e Peões do Município cumprem agenda oficial no Legislativo

Na tarde desta terça-feira, dia 12, durante a sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul, as prendas e peões do município, escolhidos no último dia 09 de setembro visitaram o Legislativo e se apresentaram aos vereadores como representantes de Caçapava durante a Semana Farroupilha.

O Presidente do legislativo, Ricardo Rosso, suspendeu a sessão para receber as prendas e peões.
1º Prenda Adulta - Samara Tondo
2º Prenda Adulta - Ivana de Oliveira Freitas
1º Prenda Juvenil - Beatriz Dias Garcia
2º Prenda Juvenil - Vitória Madrid
1º Prenda Mirim - Valentini Marques
2º Prenda Mirim - Debora Flores
Piá Municipal - Pedro Henrique Marques
Guri Municipal - Hyago Carvalho

Polícia Civil desarticula organização criminosa de abigeato

A Polícia Civil, através da Força Tarefa de Combate aos Crimes Rurais e Abigeato, deflagra na manhã de hoje (12) a Operação Calcário. O objetivo é desarticular uma organização criminosa de abigeato que vêm atacando várias cidades do Estado. 

Estão sendo cumpridos pela Polícia Civil, sob coordenação dos delegados Cristiano Ritta e André de Matos Mendes, um total de 21 ordens judiciais nos municípios de Bagé, Lavras do Sul, Dom Pedrito e Taquari. Destes, seis mandados de prisão preventiva, 10 mandados de busca e apreensão, quatro apreensões de automóveis e uma apreensão de um caminhão boiadeiro utilizado pela organização em furtos de gado. 

A organização criminosa, chefiada pelo indivíduo Erineu Shneider, atua tanto no furto de gado bovino/ovino) vivo (utilizando caminhão boiadeiro), como na forma de carneada. A maior parte dos integrantes do bando é da cidade de Bagé. 

A operação foi denominada Calcário porque as investigações tiveram início após o furto de 17 animais bovinos,  ocorrido em 02 de março de 2017, em Caçapava do Sul, cidade conhecida pela grande produção de Calcário. No decorrer das investigações, os policiais da Força Tarefa conseguiram apurar que a organização criminosa de Erineu foi a responsável pelo referido furto. 

Conforme o Delegado André Mendes, o bando também é responsável por vários outros abigeatos ocorridos nos últimos meses, destaque especial para dois: o furto de 46 animais bovinos ocorrido em março na cidade de Pantano Grande e o furto na forma carneada de 15 ovelhas prenhas ocorrido no mês de julho em Bagé. Ambos com grande destaque na mídia estadual. O primeiro pela quantidade de animais bovinos furtados em Pantano Grande e o segundo pela crueldade como ovelhas prenhas foram abatidas no município de Bagé.

A Força Tarefa de Combate aos Crimes Rurais e Abigeato, criada em agosto de 2016 pela Polícia Civil, vem realizando várias ações com o objetivo de diminuir os índices de criminalidade no campo, e já conta com resultados positivos. 

Estimam os investigadores que durante um ano de atuação da FT, mais de seis milhões e meio de reais já foram retirados das mãos dos criminosos, valores que deverão servir para restituir as vítimas, relatou o Inspetor Patrício Antunes.

Com informações da Polícia Civil

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Campanha de Multivacinação em Caçapava do Sul começa nesta segunda-feira, 11

A Prefeitura de Caçapava do Sul, através da Secretaria de Saúde do Município, informa que começa nesta segunda-feira, 11 e segue até dia 22 de setembro o período da Campanha Nacional de Multivacinação. O dia de Mobilização Nacional da Campanha será no próximo sábado, 16 de setembro.
O objetivo é resgatar os não vacinados ou completar esquemas de vacinação, visando atualizar a caderneta das crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade (14 anos 11 meses e 29 dias), de acordo com o Calendário de Nacional de Vacinação.
A população alvo deve comparecer ao posto de vacinação para que a caderneta seja avaliada e o esquema vacinal atualizado, de acordo com a situação encontrada.
As vacinas que compõem o calendário básico estão disponíveis em todas as Unidades de Saúde.
Para saber mais sobre as vacinas para crianças menores de sete anos de idade clique aqui.

Grupo de Cavalgada Portal do Pampa chega em Caçapava do Sul no dia 13

Na última semana iniciou a Cavalgada que está trazendo até Caçapava do Sul o símbolo maior da Semana Farroupilha, que é a
Chama Crioula.
O Grupo de Cavalgada Portal do Pampa saiu de Piratini com a Chama e deve chegar em Caçapava na quarta-feira, dia 13, data do início dos Festejos. 
O Grupo é formado por aproximadamente 35 pessoas, todos Caçapavanos, onde durante a jornada percorrem muitos quilômetros no lombo do cavalo e parando em propriedades rurais que cedem o espaço para acampamento.
Neste domingo o Grupo almoçou em Santana da Boa Vista. O Vereador Mariano Teixeira, autor da lei que tornou o Grupo representante oficial do município esteve no local e disse que os cavalarianos e o pessoal de apoio estão fazendo uma boa cavalgada e que pretendem distribuir a Chama Crioula no dia 13 de setembro para os município da 18º RT, em Caçapava do Sul.
No dia 13 já acontece o desfile de abertura dos Festejos na 2º Capital Farroupilha. As fotos são do repórter fotográfico, Cleder Nascimento.

domingo, 10 de setembro de 2017

ACF vence em casa com o apoio da torcida e fica viva em busca de mais uma classificação

Depois de um primeiro turno bem abaixo das expectativas, a ACF voltou a vencer na abertura do returno da segunda fase do Campeonato estadual Série Bronze por 6 a 3.
Jogando diante de uma apaixonada torcida, a equipe Caçapavana devolveu a derrota para a ACESA de Charqueadas. Superior e buscando jogo desde o início, os comandados de Matheus Moura começaram ditando o ritmo do duelo. Apesar das primeiras chances mais efetivas serem da ACESA, foi a ACF que controlou o jogo e abriu o marcador.
Em tabela rápida, o ataque foi começado na quadra da Af e após bela troca de passes o jovem Mateus Gonçalves, o Mateuzinho empurrou para as redes abrindo o placar. Foi o primeiro gol do menino na série Bronze. A partir daí a ACF aumentou o ímpeto e o volume de ataque. Mesmo assim a ACESA conseguiu levar perigos à meta do goleiro Ilo em alguns contragolpes. Ilo por sinal, foi o autor do segundo gol. Sempre com um potente chute de canhota, o arqueiro da equipe local arriscou forte no centro do gol, e o goleiro Tatu da ACESA acabou aceitando.
Com mais posse, e também finalizando mais à meta adversária o terceiro gol da ACF parecia questão de tempo. E foi em jogada individual de Dida, que recebeu no flanco esquerdo, avançou a chutou forte de canhota para acertar o lado esquerdo do goleiro e aumentar o marcador. Mas apesar de bem postada defensivamente, a defesa da ACF acabou cochilando e Moacir saiu na cara do gol pra marcar, já nos segundos finais da etapa inicial.
Já no segundo tempo, o técnico Faustão subiu as linhas da equipe visitante, que buscava um gol rápido para deixar a vantagem mínima no marcador. Porém a posse da ACESA não era objetiva, muito graças ao bem montado esquema do time Caçapavano. Apesar de um pouco mais desgastada, a ACF tinha quadra e velocidade para responder as ofensivas visitantes. E em um destes contra ataques, Diego Longaray recebeu passe açucarado para bater no canto alto do goleiro. A partir do gol, a ACF começou a empilhar chances de gol perdidas. Em pelo menos dois momentos a equipe de Caçapava desperdiçou mais de uma chance no mesmo lance.
Revezando mais a equipe, Matheus Moura experimentou algumas formações diferentes. Foi então que o jogo tornou a ganhar emoção. Sem nada a perder , o técnico da equipe de Charqueadas usou o jogador Jubinha como goleiro linha, e conseguiu levar mais perigo ao gol defendido por Nado, que entrou na vaga de Ilo lesionado. E em um destes ataques, Alef apareceu na cara do gol, mas acabou furando, porém seu companheiro Helinho estava atento para rolar para a rede.
Mas a ACF respondeu de forma imediata. Mateus Pezão, um dos destaques da partida arriscou de longe e acertou o canto direito do goleiro. Porém o jogo ainda não estava definido, e menos de um minuto após o gol Caçapavano, Helinho novamente dentro da área, agora aproveitando rebote marcou mais uma vez.
Precisando de dois gols, e com o limite de faltas estourado pelos mandantes, a ACESA não tirou mais seu goleiro linha. Com boa imposição tática a ACF segurou as tentativas adversárias. E em contra ataque puxado por Dida, coube a Mateus Pezão com o gol aberto dar números finais para a partida. Com a vitória a ACF voltou a terceira posição da Chave com quatro pontos, e no próximo jogo recebe no Melão o Cerro Largo Futsal, líder do grupo. Tudo sobre o jogo e a rodada, além de entrevistas exclusivas, você acompanha no programa Porta dos Esportes, na segunda Feira às 13h05 min.

Reportagem : Kahiky Nascimento (Rádio Portal FM)
Foto : Juliano Porto (Porto Fotografia)

sábado, 9 de setembro de 2017

Jamaica e Cruzeiro vencem a 2º divisão e veteranos de futsal em Caçapava

O Ginásio de Esportes Dr. Ciro Carlos de Melo lotou na noite desta quinta-feira (07), nas duas finais dos Campeonatos Municipais de Futsal Veteranos e Segunda Divisão.
A primeira final foi pelos Veteranos, entre Cruzeiro e 7 de Setembro. Os cruzeirenses dominaram a partida e golearam o 7 de Setembro por 5x1, sagrando-se campeão.
A segunda final da noite, da Segunda Divisão, entre Pitangueira e Jamaica foi emocionante. Com jogo bem equilibrado entre as equipes, a partida terminou empatada em 2x2, indo para a disputa de pênaltis. Nas cobranças, com algumas defesas e bolas chutadas para fora, o Jamaica venceu por 4x3 e também foi o campeão da noite.
O prefeito Giovani Amestoy e o Secretário Geral Nei Tavares marcaram presença na final dos Veteranos. A Coordenadora do CMD, Valdirana Zago junto de Gerson Barcelos da Silva e da Secretária da Fazenda, Ihoko Nakashima Mota fizeram a entrega dos troféus e medalhas aos times.

Escolhidas as prendas e peões do município de Caçapava do Sul para 2017

A Prefeitura, através da Secretaria de Cultura e Turismo, realizou na noite de ontem, no CTG Sentinela do Forte, o concurso que elegeu as novas Prendas e Peões do Município, em suas respectivas categorias.
Mais de 10 participantes concorreram nas categorias sob os olhares dos convidados especiais Leandro Bazotti (Secretário de Cultura e Turismo); Zeno Dias Chaves (Conselheiro Benemérito do Tradicionalismo Gaúcho) e José Delfino Ornelas (Patrono dos Festejos Farroupilhas 2017 de Caçapava do Sul).
Eles responderam um questionário aos jurados: Diogo Brito Santana (Diretor Artístico da 18ª Região Tradicionalista), Claiton de Freitas Modernel (Membro da Ordem dos Cavaleiros do Rio Grande do Sul) e Camilly Soares Santana (Declamadora e Dançarina), além de apresentarem provas artísticas e duas danças tradicionalistas, cada um deles.
Antes de anunciar os resultados, as Invernadas Artísticas Mirim e Juvenil Herdeiros da tradição, se apresentaram para mais de 100 convidados que prestigiaram o evento.
Os ganhadores foram Pedro Henriques Marques (1º Piá); Valentine Machado (1ª Prenda Mirim); Débora Flores (2ª Prenda Mirim). O Guri Municipal ficou para Iago Carvalho, sendo a 1ª Prenda Juvenil Beatriz Dias Garcia e 2ª Prenda Juvenil Vitória dos Santos Madri. Vitor Alves é o novo Peão Municipal e a 1ª Prenda eleita foi Samara Salermo Tondo e a 2ª Prenda ficou para a Ivana de Oliveira Freitas.
Diego Alberto e Amanda, da Apae, foram eleitos Peão e Prenda. Luiz Miguel Araújo e Alice Vieira foram escolhidos nas categorias Piazito e Chinoquinha Municipal.


Concorrentes de cada Categoria:

Categoria Piá:
Pedro Henrique Marques
Vítor Dias

Categoria Mirim:
Débora Flores
Valentine Marques

categoria Guri:
Iago Carvalho da Silva

Categoria Prenda Juvenil:
Beatriz Dias Garcia
Maria Eduarda Rosa Jacob
Nicolli Cantis Bonotto
Vitória Dutra da Silva
Vitória dos Santos Madri

Categoria Peão Municipal:
Victor Alves

Categoria Prenda Adulta Municipal:
Ivana Oliveira de Freitas
Samara Salermo Tondo

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Bandidos armados com fuzis interceptam ônibus com professoras em Caçapava do Sul

Segundo versão online da Rádio Gaúcha, um ônibus de excursão com 35 professoras foi interceptado por bandidos, na BR-290, em Caçapava do Sul, na região central do Estado, na madrugada desta sexta-feira (8). A ação aconteceu por volta das 4h.
Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo, que saiu do município de Butiá, no norte do estado, ia em direção a Rivera, no Uruguai.  O ônibus foi forçado a parar por um Honda Civic, de cor branca. Três bandidos saíram do carro. Usando toucas ninjas e armas longas – provavelmente fuzis, conforme a PRF, atacou o grupo.
Uma das professoras que estava no ônibus contou à reportagem da Gaúcha que os bandidos agiram com violência:
"Houve agressão de uma professora, foi algo horrível. Um pesadelo. Estávamos indo lá para passear, não era para comprar. Mas os bandidos entraram no veículo e exigiram dinheiro. E uma das colegas foi agredida, com socos, porque um dos bandidos entendeu que ela tinha mais dinheiro. Em um determinado momento, um dos criminosos deu um disparo para nos amedrontar", revela a professora, que pediu para não ser identificada.
Ainda, conforme a educadora, a ação durou cerca de 10 minutos:
"Mas te digo que pareceu uma eternidade, foi um tempo que parecia que não iria acabar nunca".
Os bandidos fugiram levando cerca de R$ 10 mil em dinheiro, segundo a polícia
Fonte: Rádio Gaúcha

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Quinta-feira foi dia de caminhada cívica em Caçapava do Sul

Na tarde desta quinta-feira, dia 07, aconteceu em Caçapava do Sul o desfile em comemoração ao 07 de setembro, Independência do Brasil.
A caminhada cívica durou aproximadamente 2h30min, com o desfile de escolas da rede municipal, estadual e particular de ensino, além das EMEIs, Clubes de Serviço e entidades representativas de Caçapava, além da Banda Municipal Dr. Cyro Carlos de Melo que realizou uma breve apresentação no início do evento.
O tempo seco e a temperatura elevada ajudou no bom público que prestigiou a caminhada ao longo da rua XV de novembro.

Alunos do EJA da Escola Nossa Senhora da Assunção realizam protesto em apoio aos professores

Na noite da última terça-feira, dia 05, alunos do EJA da Escola Estadual Nossa Senhora da Assunção realizaram um protesto na avenida Coronel Coriolano Castro, em frente a Escola, em apoio ao professores que estão com o salário parcelado pelo Governo do Estado.
A manifestação foi durante a noite, durante o período de aula do EJA. Os estudantes exibiram cartazes e falavam palavras de ordem contra o parcelamento do salário dos funcionários estaduais.
Os professores e alunos registram o protesto nas redes sociais. Confira um dos vídeos gravados:

Santana da Boa Vista registra o primeiro homicídio do ano na noite desta quarta-feira

O final da noite desta quarta-feira, dia 06, e a madrugada desta quinta-feira, dia 07, registraram dois homicídios na Zona Sul do Estado. Os crimes aconteceram em Santana da Boa Vista e Pelotas.
O primeiro homicídio registrado no ano em Santana da Boa Vista foi por volta das 23h15min, na rua Pedruca Garcia. Segundo a Brigada Militar, um menor de idade, 17 anos, R.R.P. foi alvo de disparos de arma de fogo e não resistiu aos ferimentos.

Ainda segundo a BM, não existem até o momento testemunhas do homicídio e nem a motivação do crime. A Polícia Civil está investigando o caso.
Fonte: Diário Popular 

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Desarticuladas quadrilhas gaúcha e paulista que roubavam gado e máquinas agrícolas

Fonte: Polícia Civil e Rádio Gaúcha

Por meio da Força-Tarefa de Combate aos Crimes Rurais e Abigeato da Polícia Civil, duas organizações criminosas foram desarticuladas na manhã desta quarta-feira (6).
Segundo versão online da Rádio Gaúcha, um grupo, do Rio Grande do Sul, se especializou em comprar gado mediante fraude e outro grupo, do estado de São Paulo, roubava e revendia máquinas agrícolas para todo o país e também para a Bolívia e à Colômbia.
As ações ocorrem em Rosário do Sul, Vera Cruz, Caçapava do Sul e na cidade de São Paulo. Até o momento, às 9h40min, dois suspeitos foram presos. 
Os policiais estão cumprindo, nesta quarta-feira, 6, cinco mandados de prisão preventiva no Estado e um em São Paulo, além de dezenas de mandados judiciais de busca e apreensão, bloqueio de bens e de valores, bem como obtiveram a quebra do sigilo bancário e fiscal dos investigados.
Segundo os responsáveis pela investigação de nove meses, os delegados Cristiano Ritta e André Mendes, as quadrilhas causaram prejuízos milionários a produtores rurais gaúchos e paulistas. Apenas nos municípios de Rosário do Sul e de Santiago, houve a compra fraudulenta, ou seja, por meio de notas promissórias ou boletos falsos, de 495 bovinos. 
"Agora, com a quebra dos sigilos (bancário e fiscal) e no aguardo de mais vítimas, vamos ter uma dimensão dos prejuízos causados por estas organizações", diz Ritta. 
Segundo o delegado, o grupo gaúcho é acusado de estelionato rural ao realizar compras mediante fraudes e depois revendendo os animais no mercado clandestino. Em relação ao grupo paulista, a Polícia Civil descobriu uma ligação entre os criminosos. A quadrilha de São Paulo, ao roubar máquinas agrícolas de produtores paulistas, revendia parte dos produtos roubados para a quadrilha do Rio Grande do Sul. Ritta destaca que uma máquina roubada no Estado de São Paulo foi localizada em Caçapava do Sul. Os criminosos paulistas também repassaram maquinário agrícola roubado para receptadores do próprio Estado e do Paraná, além de bolivianos e colombianos.
Fonte: Rádio Gaúcha

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Mulher atropelada na avenida Pinheiro Machado não resiste aos ferimentos

Uma mulher foi atropelada na tarde desta terça-feira, 5, em Caçapava do Sul. O acidente aconteceu na avenida Pinheiro Machado, por volta das 15h20min.
De acordo com populares, a pedestre foi atingida por um Vectra, que supostamente estava em alta velocidade. Ela foi socorrida pelo Samu e encaminhada ao Pronto Atendimento em estado grave. O motorista do carro bateu com a cabeça, também foi socorrido pelo Samu e encaminhado ao PA.
A mulher, identificada como Reinalda Rodrigues Maciel, 76 anos, não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo a tarde desta terça-feira. O corpo chegará de Cachoeira do Sul por volta das 11h desta quarta-feira e o enterro esta marcado para as 16h30min, no cemitério das catacumbas. O velório é de responsabilidade da Funerária Caçapava.  

Unipampa solicita apoio do Legislativo para construção de dois novos prédios

A diretora da Unipampa Aline Lopes Balladares, acompanhada do coordenador acadêmico Ricardo Machado e da coordenadora administrativa Carolina Sampaio apresentaram aos vereadores na manhã de terça (05), um projeto para construção de dois prédios no campus Caçapava. A direção solicita o apoio do Legislativo para que a obra possa ser executada com recursos de emenda parlamentar.

O projeto consiste na construção de um prédio térreo, com 110 metros quadrados e outro, também de um andar, com 220 metros quadrados. Esses espaços poderão ser utilizados para múltiplas finalidades: salas de aula, laboratórios, salas de professores, biblioteca e outros.

De acordo com a diretora, hoje, as salas disponíveis no campus são utilizadas 81% do tempo com aulas de graduação, sobrando 19% para pós-graduação, projetos de Ensino, Pesquisa e Extensão.

“Começamos as aulas às 7h30min, com cinco períodos no turno da manhã e enceramos às 22h40min, com quatro períodos a tarde e quatro a noite. Não temos instalação adequada para a biblioteca e nem dispomos de espaço de estudo e convivência para os alunos”, relata Aline.

No documento entregue aos vereadores consta que o campus oferece 5 cursos de graduação, 3 mestrados, 2 especializações, ações importantes de projetos de extensão e pesquisa, sendo necessárias 30 salas de aula para garantir um funcionamento com qualidade.

“Atendemos essas demandas com 7 salas com capacidade de 50 alunos e 6 salas para 20 alunos. Estamos trabalhando no limite suportável. Um novo prédio traria a possibilidade de aumento de cursos de graduação, especializações, projetos de extensão e melhoria da estrutura da biblioteca”, avalia a diretora.

Ainda esta semana, os vereadores irão marcar uma reunião com algum senador da bancada gaúcha, para que na próxima agenda deles no Estado o projeto seja apresentado.

Participaram da reunião os vereadores Marquinho Vivian e Alex Vargas (PMDB), Jussarete Vargas, Zilmar Araújo (Mano), Silvio Tondo e Mariano Teixeira da bancada do PP e o presidente da Câmara, Ricardo Rosso.

Última etapa do projeto de pavimentação de 2015 está sendo concluída na rua Retaxerxes

O Vereador Silvio Tondo (PP), esteve na manhã desta terça-feira, dia 05, visitando o início da rua Retaxerxes na região sul da cidade, para vistoriar a fase final das obras de pavimentação da via pública através de uma emenda parlamentar do Deputado Federal, José Otávio Germano, do ano de 2015, a pedido do vereador Silvio Tondo.
A empresa responsável terminou a obra, que só depende da última vistoria da Caixa Federal, para ser oficializada como concluída a pavimentação, através de um parecer dos técnicos da CEF.
A emenda total era de R$ 490 mil, para pavimentação da rua Dagoberto Barcelos, no bairro Floresta, da rua Ijuí no bairro São João e por último da rua Retaxerxes, na região Sul. O valor da obra na rua Retaxerxes foi de aproximadamente R$ 112 mil.
O calçamento da rua Dagoberto Barcelos foi um pedido do vereador José Sidnei Menezes (Pirola), na rua Ijuí foi uma solicitação do ex-vereador Pedro Gaspar e na rua Retaxerxes uma indicação do vereador Silvio Tondo.

As obras de pavimentação das três ruas iniciaram em junho de 2015, para ser concluído agora em 2017. “Estou satisfeito com a conclusão da pavimentação, no qual já solicitei a outros deputados novas emendas para continuar com o calçamento nesta região”, disse Silvio.

Vereador apresenta projeto de parceria entre Universidade, Município e Estado

O Vereador Luis Fernando Torres (Boca) esteve em Santa Cruz ontem para uma reunião com a Coordenadora do curso de fisioterapia da Universidade de Santa Cruz (Unisc), Angela Cristina Silva e o professor do curso, Rafael kniphoff. A reunião foi para apresentar o projeto reabilitação física, que é um convênio entre o município, a Universidade e três Coordenadorias de Saúde do Estado.
Segundo o vereador, é feito um cadastro das pessoas que necessitam de cadeira de roda e prótese, entregue ao Município que faz a celebração do convênio com a Unisc e no caso de Caçapava do Sul é a 8º Coordenadoria de Saúde, com sede em Cachoeira do Sul.
As cadeiras e as próteses são gratuitas e o formulário de cadastro pode ser preenchido no gabinete do Vereador Luis Fernando Torres, ou na Secretaria de Saúde. “ No momento da reunião eu já entrei em contato com a Prefeitura para comunicar a existência do projeto e a possibilidade do convênio com a Unisc e a Coordenaria de Saúde”, disse o vereador.

Participam também da parceria, a 13º Coordenadoria Regional de Saúde e a 16º CRS. O cadastro já pode ser feito a partir desta quarta-feira, dia 06. “ O meu gabinete vai fazer o cadastro e as inscrições no qual serão enviados a Secretaria de Saúde para avaliação do beneficiário”, finalizou o parlamentar.

domingo, 3 de setembro de 2017

Em jogo de abritragem polêmica, ACF perde mais uma na Serie Bronze

Jogando mais uma vez longe de seus dominios, a ACF sucumbiu mais uma na segunda fase do campeonato estadual Serie Bronze.
A equipe caapavana foi até General Camara, proximo da região metropolitana enfrentar a ACESA, de Charqueadas. Em um jogo de inicio bem morno, a equipe de Caçapava comçeou melhor, porém pecando no passe final. Apostando num time bem jovem, a ACESA levava perigo a meta do goleiro Nado com a velocidade de seus pontas em jogadas de contra-ataque.
Apesar de melhor no jogo, a equipe de Caçapava acabou sendo surpreendida nos minutos finais do primeiro tempo. Em um de seus contra golpes, Jubinha tabelou com Alef e apareceu na cara do gol para abrir o marcador. Sentindo a ACF um pouco combalida pelo gol, a ACESA continou em cima, e após penalti inexistente marcado, Gu acertou o canto esquerdo do goleiro Ilo(colocado na partida para tentar defender a cobrança). Com o limite de faltas excedidas, a equipe de Caçapava teve de manter os nervos no lugar, mesmo após uma expulsão polêmica do fixo Cassiel. Para piorar a situação no jogo , Streb ampliou o marcador.
Na volta do intervalo, a ACF subiu suas linhas, e começou a finalizar mais à meta do goleiro Tatu, pouco acionado no primeiro tempo. Porém a postura mais ofensiva ocasionou espaços na defesa, e em um ataque rápido Alef marcou o quarto.
Sem outra alternativa, a ACF partiu para cima, e conseguiu diminuir a vantagem do time local. Apostando nas jogadas com o pivô, a equipe de Matheus Moura conseguiu diminuir a vantagem no marcador. Primeiro com Dida, após bate rebate na entrada da area o Capitão da equipe acertou o canto esquerdo do goleiro.
Ja na saida de bola a ACF tornou a diminuir. Mais uma vez puxado por Dida, a tabela rápida da equipe resultou no toque de Mateus Pezão para as redes. Sentindo o time adversário acuado, a ACF se jogou totalmente para cima, porém voltou a pecar no último passe. Mesmo assim, Mateus Pezão, na base da insistência venceu a marcação e colocou o time de volta na partida.
Mas após descontar o placar a equipe de Caçapava no conseguiu criar maiores dificuldades ao adversrio. E já nos momentos finais, a ACESA conseguiu explorar o limite de faltas novamente. E foi com Jackson cobrando tiro livre que os mandantes voltaram a abrir vantagem, nos segundos finais. Porém a origem do lance teve um erro capital. O goleiro Ilo finalizou de longe e a bola desviou bruscamente em um defensor do time de Charqueadas, porém os juizes assinalaram reposição para o goleiro.
E após estourada na saída de bola, Mateus Pezão chutou em cima de Jackson, a bola pegou efeito e encobriu o goleiro Ilo.
Com a derrota a ACF é a ultima colocada da chave com apenas um ponto, e na semana que vem recebe a mesma ACESA no ginásio Melão.
Fonte: Kahiky Ferreira Nascimento - Rádio Portal FM

sábado, 2 de setembro de 2017

Denúncia: “Estão tirando os mortos das gavetas sem comunicar as famílias”

Fonte: Jornal do Pampa

O Cemitério Municipal foi assunto na última sessão plenária da Câmara de Vereadores, quando Marquinho Vivian (PMDB) apresentou um pedido de informação solicitando cópia dos ofícios ou autorizações da Secretaria de Assistência Social referente a liberação de túmulos nº  102, 77 e 1136 no Cemitério Municipal por parte da secretaria bem como documentação relativa a estes túmulos arquivadas na Secretaria de Obras.
Em sua fala, Marquinho afirmou que irá aguardar o prazo de 30 dias que o Executivo tem enviar a resposta ao Legislativo, para depois voltar a se manifestar, mas ele destacou que recebeu denúncias e o caso é grave. “Não quero acreditar nisso, mas já não duvido de mais nada. A denúncia que recebemos é que estão tirando os mortos das gavetas, sem comunicar as famílias para poder enterrar mais gente. Existem documentos da Assistência Social para o Cemitério, para fazer a remoção, sem comunicar os familiares que ali estão. Vamos aguardar estas informações e respostas. Até então o Cemitério é de responsabilidade da Secretaria de Obras. É um assunto delicado e preocupante, existem relatos, está comprovado, vamos aguardar os ofícios e depois voltar neste assunto”.
O Cemitério Municipal conta com aproximadamente 400 gavetas, destas 154 são utilizadas pelo município para aluguel, nove são destinadas para indigentes e 20 são de propriedade do asilo. Todas as gavetas estão ocupadas. As gavetas destinadas aos indigentes, possuem uma identificação, com uma tinta azul que diz “IND”, porém em algumas destas que estão marcadas há até lápide, com foto, nome, data de nascimento e morte da pessoa.
O local conta com o serviço de limpeza e conservação que é exercido por três zeladores e um chefe da zeladoria, Jocenir da Rosa, que atualmente está afastado por motivos de saúde, por tempo indeterminado.
Sobre o caso, os zeladores afirmam que foram feitas trocas nas gavetas e as famílias não foram avisadas, eles confirmam que o documento teve origem da Secretaria de Assistência Social solicitando que fossem feitos os enterros. No documento não consta número de gaveta que seria aberta. “Em 15 dias, três gavetas foram mexidas. A nosso ver, é preciso chamar a família, se não achou é só usar o rádio, o jornal, ou até mesmo a Câmara de Vereadores para aprovar a exumação. Não se pode mexer nas gavetas. Isso, na verdade, foi uma violação de túmulo, não notificaram as famílias, nenhuma mídia chamou, não foi feita uma busca na Secretaria da Fazenda para ver a situação que estava. Não sabemos qual foi o critério utilizado para abrir aquelas gavetas”.
“Se falarem que nós nos recusamos a fazer este serviço, nós nos recusamos mesmo. Violação de túmulo não é com nós. Se eles falarem que nós não ajudamos, não ajudamos mesmo. Não fomos nem olhar. Não é da nossa função, mas nós fazemos os enterros, para que tudo esteja funcionando no cemitério e não gerar atritos”, ponderando que são zeladores e não coveiros. “Nós continuamos fazendo os enterros, porque as famílias quando chegam aqui precisam e não tem culpa de nada, portanto mantemos em ordem os serviços que chegam aqui”.
Sobre as atribuições dos zeladores, consta no plano de carreira “promover a limpeza e conservação dos cemitérios municipais”, seguido de “promover o alinhamento e numeração das sepulturas e de signar lugares onde se devam abrir novas covas; manter o registro das sepulturas, registrado em livro próprio; realizar sepultamentos abrindo e fechando covas e túmulos; proceder a limpeza e conservação do mesmo; e atividades afins”. O Secretário de Obras, Paulo Henriques, destaca que atividades como exumação se enquadra nesta última.
Sobre os funerais de indigentes, os zeladores comentam que a ordem de serviço parte da Secretaria de Assistência Social, que é responsável pelos cadastros de pessoas carentes e também pela busca de familiares, no caso, quando a pessoa morre e não tem nenhuma identificação.
O chefe da zeladoria, Jocenir da Rosa falou sobre os projetos de melhorias no Cemitério Municipal. “Serão colocadas câmeras, o vandalismo caiu 90% e a população voltou a ter o direito de chegar no que é seu. O saneamento do entorno foi reformado e também há um projeto de arborização”. Sobre as aberturas das gavetas, Rosa conta que os corpos que estavam na gaveta, foram realocados em um saco e as gavetas ficaram compartilhadas.
“As gavetas foram abertas, conforme a ordem de serviço e o espaço está compartilhado, os restos mortais estão no mesmo local, na mesma gaveta. Não foi retirado dali, o espaço apenas foi dividido. A consciência está tranquila, tudo foi feito conforme ordem de serviço e documentos”, afirmou o chefe da zeladoria, que comentou ainda que os servidores possuem todo o equipamento necessário para trabalhar. “Os servidores têm a sua disposição todo o equipamento necessário: luva, álcool, repelente, kit de primeiros socorros e roupas adequadas para dia de chuva”.
O Secretário de Obras, afirmou que o serviço no Cemitério Municipal não foi interrompido e tudo está correndo dentro da normalidade. A cada três anos os familiares tem uma taxa para pagar, porém a Secretaria de Obras não tem um controle do que está pago e da inadimplência. Os pagamentos são feitos na Secretaria da Fazenda. “A Secretaria de Obras entende que a pessoa que alugou uma gaveta, tem o compromisso de procurar e fazer o pagamento, porque a pessoa tem ciência do custo, inclusive fica uma dívida ativa no município”, afirmou Henriques.
“A Secretaria de Obras tem um controle com datas de vencimento, quando vence os três anos, mas a pessoa não recebe nenhum tipo de notificação, boleto ou carta. Será feito um recadastramento e um mapeamento de todo o cemitério”, disse o chefe da zeladoria.
As taxas que envolvem o Cemitério Municipal são: aluguel de gavetas R$ 48,60 a cada três anos; abertura e fechamento R$ 32,30; remoção entrada e retirada R$ 26,20; licença para construção de capela R$ 48,60; perpetuidade (m²) R$ 163,70.
Sobre a indicação de aumentar o número de gavetas, apresentado pelo vereador Ricardo Rosso, o secretário de obras afirmou que é preciso fazer um estudo devido a estrutura do local.
“Quando é caso de indigente é a Assistência Social que é encarregada. Todo o procedimento de capela, gaveta e sepultamento é com a outra secretaria”, explica o Secretário de Obras que acrescenta que a capela, cozinha e banheiros do Cemitério também são de responsabilidade da Assistência Social. Sobre o caso das três gavetas, Henriques salienta que a ordem de serviço partiu da Assistência Social. “Está tudo documentado, conforme a lei”.
A Secretária de Assistência Social, Maria Teresa Macedo, explicou que “indigente” é aquela pessoa que não tem condições que está em situação de vulnerabilidade, não é carente. “Foi o caso dos últimos três que faleceram. Quando não se tem condições, e isso é comprovado através dos cadastros, o município enterra. Em alguns casos a família aparece depois, porque fazemos um trabalho de busca ativa”.
Maria Teresa afirmou ainda que o município tem poucos lugares e todas as gavetas estão ocupadas. “Quando acontece um caso de morte de indigente, a primeira coisa que fazemos é buscar a família, entra-se em contato com o Cemitério, sendo que tudo é documentado, para os procedimentos funerários, e depois continua a busca pelos familiares”, explica.
Sobre violação de túmulos, a secretária afirma que os três casos não configuram isso. “Foi um procedimento normal. Passando o tempo necessário, é preciso juntar e compartilhar o espaço, que é limitado”. Sobre as gavetas que foram mexidas a secretária disse que os familiares não foram encontrados. “Muitas vezes a família também não busca”.
A Secretaria de Assistência Social não divulgou os nomes dos corpos que estavam nas gavetas e nem dos que foram colocados no local.
O promotor de justiça de Caçapava do Sul, Diogo Taborda, afirmou que o Ministério Público irá abrir investigação para uma análise do fato e uma análise jurídica deste fato para ver se existe a responsabilidade de alguém no caso. “Em tese pode haver improbidade administrativa e pode ter crime, mas em tese, por isso será aberta a investigação, para analisar as circunstâncias do fato e as jurídicas para verificar se existe algum ato ilegal, e se for o caso, buscar sua responsabilização. Como há indícios de ilicitude, o Ministério Público tem o dever de investigar”.

O que diz a lei
Os artigos 210 e 211 do Código Penal tratam do crime de violação de sepultura e delito de destruição, subtração ou ocultação de cadáver. No art. 210 também, protege-se o sentimento de respeito pelos mortos. Com relação ao objeto material, a lei faz menção a sepultura ou urna funerária. Tal delito consuma-se com a violação ou profanação de sepultura ou urna funerária. Trata-se de crime de ação penal pública incondicionada. Já o art. 211 do Código Penal tem como pena a reclusão de um a três anos e multa. O cadáver ou parte dele é o objeto material de tal delito. Consuma-se o crime com a destruição total ou parcial do cadáver. Trata-se de crime de ação penal pública incondicionada.


Por Carol Petrin – MTE 17.708/RS