terça-feira, 14 de novembro de 2017

Câmara de Vereadores faz homenagem à Brigada Militar pelos 180 anos de atuação

A Brigada Militar comemora 180 anos de prestação de serviços à população no próximo sábado (18).
Como reconhecimento aos policiais militares, que apesar da crise financeira do Estado, trabalham incansavelmente para garantir a segurança da população, a Câmara de Vereadores realizou durante a sessão de terça (14), um Grande Expediente em homenagem a instituição.
Além das autoridades, participaram da homenagem soldados e sargentos da corporação que estão na ativa e também alguns aposentados, que já contribuíram com o município zelando pela segurança da população.
O capitão Luis Mário Kristosch dos Santos e o tenente conronel Sergio Alex Medina receberam do vereador Silvio Tondo (PP), autor da indicação, uma placa em homenagem ao trabalho da BM.
Para o vereador Silvio, a Brigada Militar é parte fundamental da nossa história.
“É uma honra poder homenagear estes profissionais competentes, que se doam sempre que saem de casa para trabalhar", reconhece o vereador.
 A Brigada Militar no Estado
A história da Brigada Militar confunde-se com a própria história do Rio Grande do Sul. Desde a sua criação, a corporação participou de inúmeras revoluções históricas do país.
A partir de 1935, em decorrência da Constituição Estadual da época, a atividade policial passou a ser competência exclusiva do Estado. A Guarda Civil e a Guarda de Trânsito passaram a fazer policiamento ostensivo na Capital, enquanto a Brigada Militar assumiu o policiamento no interior.
A partir de 1968, a Brigada Militar passou a executar, com exclusividade, as atribuições de policiamento ostensivo. O texto Constitucional de 1988, atribui à corporação as atividades de Polícia Ostensiva, de preservação de ordem pública, da prevenção e combate a incêndio, de busca e salvamento e de defesa civil.
 História da Brigada Militar em Caçapava do Sul
Em meados de 1920 ainda no período bélico, a Brigada Militar já contava com um destacamento em Caçapava do Sul.
Em 1957, o destacamento da Brigada Militar foi instalado na rua Borges de Medeiros, juntamente com a cadeia pública. Com denominação de Destacamento, era subordinado ao 2º Batalhão de Caçadores, sediado em Santa Maria.
Em 1958, passou a denominar-se Destacamento de Polícia Rural Montada, subordinado ao 2º Regimento de Santa Maria, foi instalado na rua XV de Novembro.
Após, mudou-se para o prédio situado na Avenida Coronel Coriolano Castro, esquina com a rua Bento Gonçalves, passando a pertencer ao Batalhão de Pelotas.
Em 13 de março de 1979, instalou-se em prédio próprio na rua Barão do Rio Branco, 653 (atuais instalações) em terreno doado pela Prefeitura Municipal de Caçapava do Sul. Passou a denominar-se 2º Pelotão da 2ª Companhia do 2º BPM, sediado em Rio Pardo.
Em 1981, passou a denominar-se 2º Pelotão do 1º Esquadrão do 6º Regimento de Policiamento Montado, sediado em Lavras do Sul.
Em 02 de outubro de 1998, passou a denominar-se Companhia de Caçapava do Sul, subordinada ao Destacamento Especial de Bagé e ao Comando Regional de Polícia Sul, passando em 22 de outubro de 1998 a ser subordinada ao Comando Regional de Polícia Ostensiva da Campanha, em Bagé.
Em 15 de julho de 2001, passou a denominar-se 3º Esquadrão de Polícia Montada, pertencente ao 6º Regimento de Polícia Montada, com sede em Bagé, tendo como responsabilidade territorial os municípios de Caçapava do Sul, Lavras do Sul e Santana da Boa Vista, o que por sua vez, é a atual nomenclatura, mantendo a respectiva missão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário